Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Zurique festeja 650 anos na Suíça

Paradepltatz, em Zurique, onde estão as sedes de grandes bancos suíços

(Keystone)

O estado de Zurique está em festa no final de semana para comemorar uma decisão política tomada 650 anos atrás. Em 1351, Zurique foi o 5° cantão a aderir à Confederação Helvética, depois Uri, Schwyz, Unterwalden e Lucerna.

A Confederação Helvética, nome oficial da Suíça, composta atualmente de 26 cantões ou estados, foi formada a partir da adesão voluntária de seus membros.

Daí a estrutura descentralizada que tem, uma vez que os estados eram estruturados anteriormente e delegaram parte de sua autonomia, principalmente em matéria de defesa e política estrangeira, ao governo federal.

Com Zurique não foi diferente. Ao entrar na Confederação, em 1351, a região já tinha séculos de história e a capital havia obtido o estatuto de cidade há mais de 400 anos.

Se a região sempre foi importante no país, atualmente Zurique é a locomotiva da Suíça, embora a capital política e administrativa seja Berna. Com 1,2 milhões de habitantes - 1 milhão na grande Zurique - o estado é o mais populoso da Suíça. Um em cada 6 suíços mora em Zurique e a região produz 20% da riqueza nacional (PNB).

Centro econômico, financeiro, industrial, científico e cultural, Zurique provoca divergências entre os suíços. É visto por uns como ameaçador, dominante e arrogante. Outros admiram e elogiam o dinamismo da maior metrópole do país, onde convivem tradição e modernidade.

swissinfo com agências

×