Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Zurique tem primeiro local público para sesta

Os iniciadores do projeto também querem instruir sobre os benefícios da sesta

(Keystone)

Em pleno centro da maior cidade do país, paga-se para tirar uma soneca depois do almoço. O local - "Restpoint" - tem recepção, conselho, cama boa e armários, tudo para uma pequena pausa no estresse cotidiano.

Na recepção do primeiro local de soneca da Suíça, o cliente guarda sua pasta de executivo, desliga obrigatoriamente o celular e pode ser aconselhado sobre a melhor maneira de se relaxar. A taxa é de 5 francos suíços, cerca de 3 dólares.

"Aconselhamos as pessoas a dormir uns 20 minutos. Mais que isso, o organismo entra em fase de sono profundo e aí é difícil ficar bem disposto", afirma Heinrich Müller, fisico que entrou no projeto por idealismo. A equipe que revesa na coordenação também tem psicólogos e fisioterapeutas, entre outros.

O espaço foi concebido para para reduzir ao mínimo os estímulos da vida cotidiana, segundo Müller. O típico da vida moderna e urbana são o excesso de estímulos e fases muito longas de atividade.

Necessidade orgânica de reduzir a atividade

Estudos recentes indicam que o organismo teria necessidade de uma pausa a cada 90 ou 120 minutos de atividade, segundo a coordenação do "Restpoint", de Zurique. Eles afirmam também que as pessoas começam a tomar consciência dessa necessidade, mas que ainda têm dificuldade em praticá-la.

O pessoal do "Restpoint" está inclusive acessorando empresas e recomendando a instalação de espaços de repouso dentro das firmas. As seguradoras também começam a se interessar em participar do financiamento desses locais.

Estudo divulgado em outubro pela Secretaria Federal de Economia (Seco) avaliou os custos anuais do estresse na Suíça em 4,2 bilhões de francos (US 2,5 bilhões).

swissinfo com agências


Links

×