Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Direito à morte


Grupos de suicídio assistido procuram lar


Incorporar

Embora a Suíça seja o lugar de escolha para muitos estrangeiros que procuram o suicídio assistido, está cada vez mais difícil para as organizações suíças que prestam esses serviços encontrar locais adequados para eles virem e morrer. (SRF/swissinfo.ch)

Na Suíça, é ilegal realizar o suicídio assistido ativo através da administração de uma dose letal de alguma substância para aliviar o sofrimento de um doente terminal. Por outro lado, a lei suíça tolera o suicídio assistido quando uma pessoa administra a dose letal em si mesma e as pessoas que assistem não têm nenhum interesse na morte dela.

Isto permitiu a criação de organizações como Dignitas e Exit que prestam todos os serviços relacionados com o suicídio assistido contra o pagamento de uma taxa.

Em novembro do ano passado, a Alemanha aprovou uma lei que iria permitir o suicídio assistido apenas se conduzido com "motivos altruístas", mas proíbe a prática se exercida contra o pagamento de uma taxa. A lei, em vigor, proíbe todas as associações na Alemanha que prestam o suicídio assistido.

Isto levou os alemães a virem à Suíça para acabar com suas vidas com a ajuda das organizações de suicídio assistido.