Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

"enquanto seu lobo não vem" Lobos continuam protegidos na Suíça

Uma moção controversa para permitir que os lobos sejam caçados livremente na Suíça foi rejeitada pelo parlamento suíço após debate acirrado no Senado.

Desde o seu regresso à Suíça, o lobo inflama paixões e o debate político.

Desde o seu regresso à Suíça, o lobo inflama paixões e o debate político.

(Keystone)

A moção do senador do PDC (partido democrata cristão), René Imoberdorf, foi rejeitada por 26 votos contra e 17 a favor. Os lobos continuarão, assim, uma espécie protegida na Suíça. Imoberdorf vem de cantão do Valais, região que costuma ter problemas com os lobos que ameaçam os rebanhos.

Se a moção tivesse sido aprovada, os lobos perderiam o status de animal protegido e a Suíça teria que se retirar como signatária da Convenção de Berna sobre a proteção animal.

Debate em curso

O status de proteção dos lobos tem sido debatido constantemente na Suíça ao longo dos últimos anos. Os adversários à moção consideram a questão "desproporcional e irracional".

Os defensores da caça ao lobo insistem que o retorno do animal à Suíça precisa ser mantido sob controle por causa dos agricultores alpinos; eles insistem por um debate racional em vez de emocional.

O Parlamento aprovou recentemente um relaxamento do status de proteção, permitindo o abate de jovens lobos em matilhas, especialmente se eles são vistos regularmente perto de áreas habitadas. Além disso, a ministra do Meio Ambiente, Doris Leuthard, pretende apresentar algumas revisões das leis de caça da Suíça neste verão.


Sangue nas pastagens

Os lobos estão de volta à Suíça, mas também invadem pastagens de montanha e matam ovelhas. (SRF/swissinfo.ch) Na Suíça, lobos, ursos e linces tinham sido extintos. Mas eles reapareceram nas duas últimas décadas, atravessando a fronteira de seus habitats naturais em países vizinhos. Em 2014, a Secretaria Federal do Meio Ambiente (FOEN) indenizou proprietários de animais pela morte de 212 animais atacados por lobos. No início de junho, em um dos mais recentes casos a serem relatados, um lobo matou 40 ovelhas durante um mês, na Suíça central. Sob certas condições, as autoridades autorizam que um lobo seja abatido. Acontece que o lobo é uma espécie protegida pela Convenção de Berna, um acordo internacional de conservação da vida selvagem. No entanto, segundo a lei suíça, uma autorização pode ser dada para abater um lobo, quando ele ataca 35 ovelhas durante quatro meses ou 25 ovelhas em um mês. 


swissinfo.ch com agências

×