Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Blogs de brasileiros na Suíça


Da integração à oportunidade de negócio


Por Liliana Tinoco-Baeckert, Zurique


Doze blogueiros brasileiros se reúnem em Zurique no primeiro encontro para discutir sobre a atividade de escrever sobre a vida fora do país. O Brasil é o segundo maior mercado para os blogs: mais de 12 milhões de leitores. 

Blogueiras brasileiras na Suíça: Monique Ribeiro (esq.), Juliana Guimarães, Ana Luíza Souza e Liana Soares. (swissinfo.ch)

Blogueiras brasileiras na Suíça: Monique Ribeiro (esq.), Juliana Guimarães, Ana Luíza Souza e Liana Soares.

(swissinfo.ch)

Os brasileiros, que já são conhecidos como grandes usuários de mídia digital, repetem o comportamento quando vivem fora do país. A motivação é o que muda. No Brasil o que se quer é saber e escrever sobre entretenimento: moda, decoração e culinária. Na Suíça, a vontade vai além de comunicar. Como a maioria dos imigrantes, os escritores e leitores desejam aumentar sua rede de contatos, extravasar seus sentimentos, entender o país estrangeiro e relatar suas experiências à família que ficou no Brasil. Os blogs também se mostram como uma boa oportunidade de negócio, por permitir que se utilize plataforma digital gratuita para ganhar dinheiro.

Não se sabe ao certo quantos blogs brasileiros existem na Suíça, já que todo dia pode surgir um novo espaço. Para o evento, foram convidados 19 autores e 12 compareceram. A maioria deles surgiu por desejo de conexão com parentes, mas com o tempo, os escritores se tornaram ativos e conhecidos na comunidade e alguns utilizaram o canal para começar um negócio, como é o caso da blogueira Juliana Guimarães e Monique Ribeiro. Escritora do Eu ando pelo mundo, Juliana conseguiu patrocínio da Swiss Travel System, a rede de transportes públicos suíça, para viajar e relatar opções de viagens de verão pelo país, além de mostrar atrações turísticas menos conhecidas pelos brasileiros. Monique, assim como Juliana, vende passeios turísticos em sua página.

Cada um tem seu estilo

União de forças é o objetivo principal dos blogueiros na Suíça. Eles querem se tornar mais produtivos, alavancar o número de leitores e trocar informações e dicas. Eles negam que haja concorrência. Segundo os escritores, cada um tem seu estilo e abordagem. Todo, no entanto, tem um sentimento em comum: a vontade de se inserir na sociedade em que vivem. Escrevem para se entenderem e compreenderem o seu novo mundo, muitos dedicam horas de seu tempo livre para prestar um serviço gratuito à comunidade. Dessa forma, utilizam o canal como uma forma de integração.

Com esse lema, os autores de blogs promoveram o primeiro encontro de blogueiros e leitores no país esse ano. Durante o evento, as 11 meninas escritoras e um blogueiro representante do sexo masculino apresentaram seus blogs e linhas editoriais, debateram a responsabilidade de suas postagens, falaram sobre os posts mais lidos e estabeleceram a intenção de ajuda mútua, no sentido de trocarem informações e formarem uma forte comunidade de blogueiros. O encontro também contou com a participação de alguns leitores, que deixaram suas casas em uma tarde sábado chuvosa, para conhecer de perto seus escritores.

O clima era de reunião empresarial, cada escritor dispunha de dez minutos cronometrados para apresentar seu projeto pessoal em power point. Muito bem organizados, não havia margem para atrasos. Embora o encontro tenha sido em Berna, vieram blogueiros de várias regiões do país, como St. Gallen, Vevey, Baden, Zurique etc. A ideia surgiu de uma conversa de grupo do aplicativo WhatsApp, quando uma das escritoras pioneiras, Liana Soares – do blog Ela e americana, sugeriu as outras três escritoras Ana Luiza Souza (Pelo Mundo), Juliana Guimarães  (Eu ando pelo Mundo) e Monique Ribeiro (Me joguei no mundo) sobre a possibilidade de fazer um encontro com todos os blogueiros que vivem na Suíça. De acordo com Juliana Guimarães, todas acharam uma boa ideia e logo começaram a buscar autores que morasse no país. “Alguns nós já tínhamos contato, mas não queríamos que ninguém ficasse de fora. Então procuramos pela internet os que a gente ainda não conhecia”, explica. 

Blogs para todos os gostos

Não só os escritores que querem se integrar. De acordo com a leitora Monise Dias Lempek, que compareceu ao encontro dos blogueiros, é muito difícil estar longe do Brasil e as leituras sobre assuntos da Suíça escritos por brasileiros ajuda muito. “Eu acabo me apoiando nos escritores dos blogs. É uma comunidade amiga e ativa”, explica. Segundo a leitora Maria Lucia Dru, que também quis conhecer seus escritores prediletos, a experiência foi ótima, chegando a superar suas expectativas. “Nada substitui a interação pessoal”, avalia.

Existem blogs para todos os gostos: alguns tem perfil mais pessoal, alguns são temáticos e mais profissionais. Entre os de cunho pessoal, podem ser citados os dedicados à vida cotidiana no país e o de passeios, solos ou em família - que são a maioria; além de páginas sobre maternidade, com dicas sobre criação de filhos fora do país de origem. Nesse grupo, existe ainda o curioso blog escrito em homenagem à mãe de uma das blogueiras. No grupo dos profissionais, existem os sobre turismo - Eu ando pelo Mundo e Me joguei no Mundo, e o de dicas jurídicas para brasileiros que vivem na Suíça, onde as advogadas informam e ainda podem captar clientes: Saber Direito e Brasil na Suíça.

A blogueira de Jundiaí Renata Autran, que vive na Suíça desde 2008, começou a escrever o blog como uma forma de homenagear sua mãe, que mora no Brasil. O blog Viagens da Re nasceu com o objetivo de documentar as viagens que faz com a mãe, quando ela a visita na Europa. Com curso de fotografia, a escritora consegue unir suas atividades preferidas e transformá-las em algo real, além de fazer amizades. “Minha mãe sempre me ajudou a escrever os roteiros de nossas férias. Eu queria ter tudo isso muito bem guardado”, explica a autora. O blog, no entanto, é de registro de suas viagens.

Blogs são preferidos dos brasileiros

Os brasileiros estão posicionados como os segundos maiores frequentadores de blogs no mundo, perdendo apenas para o Japão. Segundo estudo da comScore – empresa mundial que mede o que as pessoas fazem à medida que navegam no mundo digital – mais de três quartos da população online (77,3%) acessam mensalmente esses sites. Segundo estimativa do BlogBlogs, o maior indexador de blogs em língua portuguesa, existem hoje no Brasil cerca de 2 milhões de sites pessoais, volume que pelo menos dobra a cada ano.

O que eles escrevem é lido por 12,3 milhões de brasileiros, mais da metade dos internautas do país. Acredita-se que as companhias ainda estejam descobrindo em todo o mundo a melhor maneira de lidar com a internet. De acordo com sócio e diretor da agência de marketing Espalhe, o post funciona como o horário nobre da televisão, porque é a voz do autor, e não um simples anúncio. 

Assuntos preferidos dos leitores dos blogs brasileiros na Suíça:

-Como conseguir trabalho na Suíça

-Como alugar carro

-Hábitos e curiosidades do país

-As vantagens e desvantagens de morar fora do Brasil

-Voo de asa delta no Rio de Janeiro

-Turismo: Postagem sobre a cidade de Cartagena

-Relato de parto normal

-You tube: Escolas públicas na Suíça

-Quem disse que na Suíça não tem praia?

-Jurídico: Como adquirir cidadania suíça?

-Reconhecimento de diplomas

-Jantar no iglu

-Racismo na Suíça

Os blogueiros participantes foram:
Ana Luiza Souza – https://pelomundoblog.com/
Bruna Aeppli – http://www.family-trips.ch/
Fernanda Diniz – http://www.viagensdemae.com/
Fernanda Pontes – www.juridiconasuica.blogspot.ch
Juliana Guimarães – http://www.euandopelomundo.com/
Kellyn – http://www.umlindodiaparasorrir.com/
Liana Soares – http://www.elaeamericana.net/
Monique Ribeiro (eu) – http://mejogueinomundo.com/
Monique Sonego – http://gnomonique.com.br/
Renata Tonoli – https://asviagensdare.com/
Priscila Wolf e Renata Tonoli – http://suicaentreamigos.com/
Sandra Barbosa – http://foundueechocolate.blogspot.ch/ 

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×