Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíços do estrangeiro França e Alemanha principais destinos dos expatriados

A diáspora suíça no mundo está maior do que nunca. Quase um suíço em dez vive no exterior: 774.923 cidadãos registrados até o final de 2016. A maioria reside na Europa, especialmente na França, Alemanha, Reino Unido e Espanha.



Suíços do estrangeiro: o clima é um dos fatores determinantes para viver em outro país.

Suíços do estrangeiro: o clima é um dos fatores determinantes para viver em outro país.

(Keystone)

A diáspora suíça no mundo mais do que duplicou em relação a 1980.

Com uma comunidade suíça de cerca de 200.730 pessoas, a França é o país que atrai a maioria dos expatriados suíços. Na Alemanha vivem 89.390 suíços. 

O destino preferido dos suíços é a França. Pela primeira vez viviam por lá mais de 200 mil cidadãos. A Alemanha também é um destino preferencial: 90 mil pessoas, seguido pelos EUA, com 80 mil e Itália, com mais de 50 mil suíços registrados.

Gráfico 2

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

chart

No ranking dos dez países de preferência: Canadá (40.280 pessoas), Grã-Bretanha (35.000), Espanha (25.000), Austrália (25.000), Israel (19.500) e Áustria (16.500). Segundo o ministério suíço das Relações Exteriores (EDA), também houve um crescimento da colônia de suíços em Portugal (+8,7%) e Turquia (+8,6%). 

Gráfico 1

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Gráfico 1

Mulheres como migrantes

Mais da metade dos emigrantes suíços maiores de idade são mulheres. A diferença em relação aos homens cai continuamente. Em relação à estrutura etária, a situação de Israel é marcante: cada segundo suíço é menor de idade. Já na Espanha a situação é diferente: um terço dos suíços que emigram para o país têm mais de 65 anos de idade. Na Tailândia essa faixa etária corresponde a um quarto.

Três de quatro suíços do estrangeiro tinham em 2016 a dupla nacionalidade (ou até um terceiro passaporte). No total, mais suíços partem do que retornam à Suíça.

Você deixou a Suíça para outro país? Conte-nos um pouco sua experiência nos comentários abaixo.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português


Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×