Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Uma exposição para preservar e conscientizar

Estatísticas revelam que 90% dos pássaros acabam morrendo.

Esta exposição, reunindo 30 obras de Cassiano, visa, como vimos, mostrar a beleza de magníficos pássaros – araras e tucanos.

Mas visa, principalmente, destaca o artista plástico, atrair a atenção sobre a importância de preservar essas espécies ameaçadas.

Espécies ameaçadas, em particular, por um escandaloso tráfico ilegal, do Brasil para outros países. E, como lembra Cassiano, por ocasião do vernissagem de sua exposição em Friburgo, na Suíça, "uma prática freqüente, empregada pelos traficantes, consiste em quebrar o bico do animal antes de anestesiá-lo e de colocá-lo na mala, dentro de tubos de PVC".

E mais, realça: "Estatísticas revelam que 90% dos pássaros acabam morrendo. E os que sobrevivem ficam de tal maneira traumatizados ou diminuídos que vivem pouco tempo, não conseguindo mais adaptar-se ao próprio habitat".

Conscientizar em vez de reprimir

Consciente da situação e empenhado em fazer alguma coisa para pôr fim ao escândalo, aponta como um dos objetivos da exposição friburguense "contribuir para o combate à pirataria e para a manutenção das espécies em seu habitat".

A propósito, uma porcentagem da venda dos quados (ele articula a cifra de 50%) é destinada à Fundação ecológica Terra Brasilis, da qual Cassiano de Souza é presidente. Através da mesma procura-se justamente conscientizar o público sobre a importância da preservação ambiental.

"O projeto Terra Brasilis – que reúne especialistas de diferentes domínios – parte do princípio de que, de fato, a melhor maneira de combater o tráfico é tornar as pessoas conscientes desse escândalo, já que a repressão não dá os resultados esperados", sublinha ainda o artista.

E Cassiano deixa por fim um recado: a aquisição desses pássaros pode ser feita legalmente.

De fato, como ele lembra: criatórios realizados com as aves confiscadas aos traficantes torna, de fato, possível a aquisição legal de araras, tucanos e papagaios, por intermédio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente – IBAMA (htpp://www.ibama.gov.br)

swissinfo, J.Gabriel Barbosa


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×