Navigation

Agassi acaba com sonho de Federer

Federer esteve irreconhecível Keystone

Bastaram 3 sets, com parciais 6-1, 6-2 e 6-4, para André Agassi tirar o suíço Roger Federer do US Open, em Nova York. Na partida, que valia uma vaga nas quartas-de-final, Federer teve desempenho fraco, não repetindo performances de Roland Garros e Wimbledon.

Este conteúdo foi publicado em 04. setembro 2001 minutos

Onze anos mais velho, Agassi, o número 2 mundial, deu uma verdadeira lição de tênis em Roger Federer, n° 13 no "ranking" da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

O jovem suíço que nos dois torneios precedentes do Grand Slam - os mais importantes do circuito - havia chegado às quartas de final, foi por assim dizer despachado nas oitavas pelo experiente tenista americano que já colecionou 49 troféus.

Roger Federer estava irreconhecível. Falhou no saque e levou já de 6 a 1 no primeiro set, em apenas 28 minutos. No segundo tentou emergir, mas Agassi fechou em 6-2. Apenas na terceira etapa da partida, Federer mostrou reação mais eficaz.

Mesmo assim teve que render-se à evidência: Agassi era mais forte e não lhe deixava chances... Teve 9 possibilidades de quebrar o saque do adversario, não aproveitou nenhuma. Agassi teve 6 e aproveitou 5. O jovem suíço contabilizou 30 faltas diretas, suficientemente reveladoras de que não se encontrava em dia favorável...

Resta-lhe agora batalhar duro em torneios europeus se quiser jogar o próximo Masters que reúne só a elite do tênis mundial. Por enquanto Federer é "apenas" o n° 13.

swissinfo com agências

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?