Navigation

Apelo de ONGs contra ataques no Afeganistão

"Longa batalha pela paz em vez de longa guerra contra o terror" Keystone

Na Suíça, 40 organizações - reunidas numa « aliança contra a guerra » - querem o fim imediato dos ataques no Afeganistão. Querem também que o governo suíço se distancie das operações bélicas conduzidas pelos Estados Unidos e Inglaterra.

Este conteúdo foi publicado em 11. outubro 2001 - 15:41

As 40 organizações que formam essa "aliança contra a Guerra" incluem o ativo Grupo por uma Suíça sem Exército (GssE), o Partido Verde, os Jovens Socialistas, e Serviços Cristãos pela Paz.

Não à política americana

Em entrevista à imprensa, Paolo Gilardi, responsável pelo GssE, deixou claro que a Aliança condena os atentados terroristas de setembro. Mas se opõe à política atual praticada pelo governo norte-americano. Realça que em vez de longa guerra contra o terror, a Aliança é em favor de uma longa batalha pela paz.

O que receia é que, sob pretexto de luta contra o terrorismo, o governo suíço endureça a lei sobre o asilo político e reforce os órgãos estatais de vigilância.

Dividir o bolo

Uma das propostas da "Aliança contra a Guerra" é que de a Suíça se empenhe por uma partilha mais eqüitativa das riquezas no mundo.

Os representantes das 40 organizações convocaram, para sábado, dia 13, uma manifestação nacional em Berna, diante do Palácio do governo.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?