Navigation

Apreensões de drogas aumentam

Trabalho mais eficaz nas fronteiras. AFD

No primeiro semestre de 2004, mais de 200 kg de cocaína e heroína foram apreendidos nas fronteiras suíças.

Este conteúdo foi publicado em 20. julho 2004 - 15:16

A explicação é um trabalho mais eficiente da polícia e uma melhor colaboração com as polícias estrangeiras.

"Nosso trabalho está mais eficaz graças a uma melhora colaboração com outras polícias suíças e estrangeiras", afirma Rodolfo Contin, porta-voz da polícia aduaneira.

Resultado é que as apreensões de drogas no primeiro semestre de 2004 mais que dobraram em relação ao mesmo período do ano passado. 147 kg de cocaína e 64 kg de heroína foram apreendidos entre janeiro e junho deste ano.

Foram ainda apreendidas 183 mil sobres de psicotrópicos (principalmente ecstasy e anfetaminas e 696 kg de khat (uma planta estimulante usada na África) e 69 kg de maconha e haxixe.

A moda da cocaína

«A onda da maconha e o turismo decorrente dela parece estar no fim, mas a cocaína continua na moda em toda a Europa", afirma Rodolfo Contin.

"Constatamos também uma mudança no transporte das drogas. Cada vez mais, as mulas usam o trem e menos o avião", explica o policial.

No balanço semestreal, a polícia aduaneira informou ainda que foram interceptadas 3.800 pessoas que entravam ilegalmente na Suíça no primeiro semestre, 5% a menos do que no mesmo período do ano passado.

O maior número de estrangeiros ilegais tentava entrar pela fronteira oeste, sobretudo pela região de Genebra.

Prisões aumentaram

Graças também a uma melhor colaboração entre polícias, 19 mil pessoas suspeitas foram detidas pela polícia aduaneira e encaminhadas às polícias estaduais. O aumento foi de 10% em relação ao primeiro semestre de 2003.

Mais de 43 mil pessoas foram impedidas de entrar no país, principalmente por falta de documentos, visto ou visto de trânsito. Mais de mil documentos falsos foram apreendidos.

Os casos de violência contra a polícia aduaneira também aumentaram no primeiro semestre deste ano.

swissinfo com agências

Fatos

No primeiro semestre de 2004, a polícia aduaneira interceptou 958 pessoas provenientes da África, 518 da Ásia, 405 da Sérvia-Montenegro e 218 da Turquia.
Foram recusadas 20 mil pessoas na fronteira alemã, 13 mil na fronteira francesa, 7.500 na fronteira italiana e 3.300 na fronteira austríaca.

End of insertion

Breves

Apreensões da polícia aduaneira:
147 kg de cocaína
64 kg de heroína
69 kg de maconha
183 mil doses de psicotrópicos
696 kg de khat

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?