Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Asma também mata na Suíça

Entre 5 a 7 p/cento da população sofre de asma na Suíça e quase 300 pessoas por ano morrem em conseqüencia da doença. Na Jornada Mundial da Asma, a Organização Mundial de Saúde afirma que a essa doença crônica está se expandindo no mundo inteiro.

A asma - inflamação crônica das vias respiratórias - atinge mais de 150 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em Genebra. A doença crônica está se expandindo em todos os continentes e em todas as faixas etárias mas atinge mais as crianças.

Na Suíça, entre 5 a 7 p/cento da população sofre de asma pelo menos uma vez na vida, segundo a Liga Pulmonar Suíça. A doença causa quase 300 mortes por ano.
Nos Europa ocidental, o número de asmáticos dobrou nos últimos 10 anos, segundo a OMS.

Nos Estados Unidos, a incidência da doença também dobrou nos últimos 15 anos e atinge mais de 15 milhões de pessoas. Na Austrália, um quarto das crianças sofrem de asma.

As causas exatas ainda são desconhecidas mas os cientistas concordam que há fatores genéticos e do meio ambiente. Algumas pessoas são mais predispostas à doença e outras mais sensíveis à poluição, umidade, poeira, animais domésticos etc. É certo que o tabagismo, mesmo passivo, aumenta os riscos de asma.

Segundo a OMS, 95 p/cento dos casos de asma podem ser controlados com um tratamento médico contínuo. Nos Estados Unidos, as despesas com tratamento passaram de 6 bilhões de dólares, em 1990, a 11,3 bilhões, em 1998.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.