Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Começa a Eurocopa 2008 na Suíça e na Áustria

A torcida suíça vai empurrar sua equipe durante o torneio.

(Keystone)

Dezesseis seleções disputam nas próximas três semanas o maior torneio de futebol do ano na Europa. Suíça e República Tcheca fazem o jogo de abertura da competição neste sábado.

As seleções da Alemanha, da Itália e de Portugal são cotadas como favoritas ao título. As equipes co-anfitriãs e a Grécia, atual campeã européia, formam o trio das possíveis zebras.

Cinqüenta e quatro anos após ter sediado a Copa de 1954, a Suíça volta a ser o epicentro do futebol. Com o apoio da torcida e o coração na mão, a seleção helvética enfrenta os tchecos, às 18h (13h de Brasília) deste sábado, no estádo St-Jakob Park, na Basiléia. Na sequência, às 20h45, Portugal joga contra a Turquia em Genebra.

Basiléia, com seis partidas, e Viena, com sete (incluindo a final), são as duas das oito cidades-sede que terão o maior número de jogos do total de 31 previstos até 29 de junho.

É a segunda vez que a Eurocopa é organizada por dois países (a primeira foi em 2000 na Bélgica e na Holanda) e é a primeira organizada pela Suíça ou Áustria, consideradas nanicas no futebol.

31 jogos, 15 na Suíça
Quinze confrontos ocorrem nas quatro cidades-sede da Suíça: Basiléia (6), Zurique (3), Berna (3), Genebra (3). A Áustria acolhe 16 partidas em outras quatro localidades: Salzburgo (3), Innsbruck (3), Klagenfurt (3) e Viena (7).

Esta é a terceira participação da Suíça numa Eurocopa, após ter disputado a de 1996 na Inglaterra e a de 2004 em Portugal. Nessas duas edições, os helvéticos foram eliminados na primeira fase.

Somente três vezes o país anfitrião sagrou-se campeão da Eurocopa: Espanha (1964), Itália (1968) e França (1984). A Alemanha foi quem ganhou o maior número de títulos: três.

368 jogadores
Um total de 368 jogadores das 16 seleções classificadas disputam a edição número 13 do terceiro maior acontecimento esportivo do planeta, depois da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos.

O atacante português Cristiano Ronaldo e seu colega espanhol Fernando Torres são os favoritos à artilharia da Euro 2008, segundo várias casas de apostas. Eles têm uma cota de 1 para 9 e superam o alemão Miroslav Klose e o italiano Luca Toni (1 para 10).

5.000 voluntários de 75 países
Os 5.000 voluntários recrutados para a Eurocopa 2008 estão prontos para receber os torcedores nas oito cidades. Eles vêm de 75 países, a maioria da Suíça e da Áustria. A Alemania é o terceiro país mais representado em número de voluntários. Outros vieram, por exemplo, do Togo, de Uganda e da Costa Rica. O mais idoso tem 78 anos.

Oito bilhões de telespectadores
Um total de 10 mil jornalistas estão acreditados para cobrir o evento. A Uefa calcula que esta Euro vai atrair a atenção de 8 bilhões de telespecadores, superando os 7,9 bilhões registrados em Portugal em 2004.

Os jogos serão transmitidos pela tv para 180 países. Com a venda desse direito de transmissão, a Uefa fatura 800 milhões de euros, dos quais 180 milhões serão distribuídos em prêmios.

Segurança
As autoridades suíças mobilizaram 16 mil policiais e 10 mil militares para garantir a segurança durante o campeonato. O esquema de segurança custa 64,4 milhões de francos suíços (39,8 milhões de euros),

Na Áustria, onde os estádios do Euro 2008 têm, em média, 33 mil lugares, 27 mil policiais farão a segurança da competição e tentarão inibir a ação dos hooligans.

Além das forças de segurança suíças e austríacas, 2.500 policiais de outros países europeus participarão da operação. O maior contingente será de alemães – 1.700 policiais – a metade para cada país anfitrião da Eurocopa.

swissinfo, Iván Turmo

Preparativos desde 2002

Áustria e Suíça foram escolhidas em 12 de dezembro de 2002 pela Uefa para sediar a Euro 2008.

Os dois países alpinos derrotaram as candidaturas da Rússia, Hungria, Bósnia-Herzegovina-Croácia, Grécia-Turquía, Escócia-Irlanda e da Escandinávia, composta por Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia.

As seleções da Áustria e da Suíça, como co-anfitriãs, classificaram-se automaticamente.

As 14 vagas restantes foram disputadas por 52 seleções durante as Eliminatórias realizadas em 2006 e 2007.

Aqui termina o infobox

Recordes da Eurocopa

Número de títulos:

Alemanha 3 (1972/1980/1996)
França 2 (1984/2000)
URSS 1 (1960)
Itália 1 (1968)
Espanha 1 (1964)
Holanda 1 (1988)
Dinamarca 1 (1992)
Tchecoslováquia 1 (1976)
Grécia 1 (2004)

Artilheiros:

9 gols, Michel Platini. França, 1984
6 gols, Patrick Kluivert. Holanda, 2000
6 gols, Savo Milosevic. Sérvia, 2000
5 gols, Marco van Basten. Holanda, 5 em 1988

Melhor ataque:

14 gols - França - 1984
13 gols - Holanda - 2000
13 gols - França - 2000

Melhor defesa:

URSS, 1960 (1 gol en 4 partidas)
Itália, 1968
Alemanha, 1972

Aqui termina o infobox

×