Navegação

Menu Skip link

Subsites

Funcionalidade principal

Água limpa Preocupação com pesticidas no consumo de água

Níveis de pesticidas mais elevados do que os normais foram encontrados em 20% do abastecimento de água potável na Suíça. Isso levou a indústria a exigir ações mais duras para reduzir os custos de tratamento da água.

Um trator estacionado na frente de um sistema para purificar plantas de resíduos de pesticidas perto de Genebra.

Um trator estacionado na frente de um sistema para purificar plantas de resíduos de pesticidas perto de Genebra.

(Keystone)


Um quinto das amostras observadas nos dados nacionais de monitoramento continha níveis de pesticidas superiores ao limite aceitável de 0,1 micrograma (0,001 miligrama) por litro. Alguns pontos de medição ultrapassaram 70%, informou o jornal suíço “NZZ am Sonntag” no domingo.

"É preciso agir", disse Martin Sager, diretor da Associação Suíça da Indústria do Gás e da Água. "Devemos evitar o fato de que mais e mais substâncias novas estão poluindo a água".

Os agricultores usam produtos químicos na proteção de colheitas para otimizar seus rendimentos, eliminando ervas daninhas e pragas. Mas os resíduos de pesticidas podem permanecer no solo ou penetrar nas águas subterrâneas.

A associação diz que "os pesticidas orgânicos, seus produtos de degradação e outros oligoelementos podem ser detectados na Suíça em muitos pontos de medição, bem como em certas fontes de água potável".

Todos os anos, os agricultores suíços utilizam mais de 2.000 toneladas de pesticidas em suas lavouras e os produtos químicos se acumulam em córregos, lagos e águas subterrâneas que servem de principal fonte de água potável na Suíça.

Os fornecedores querem leis mais rígidas para proteger as águas subterrâneas e um uso mais efetivo dos regulamentos atuais, uma vez que dizem que apenas 60% das zonas de águas subterrâneas são efetivamente protegidas. Entre seus objetivos está reduzir os custos para o tratamento.

Os dados citados provêm de NAQUA National Groundwater MonitoringLink externo, sistema de monitoramento da Secretaria Federal do Meio Ambiente. A missão do NAQUA é coordenar a proteção das águas subterrâneas contra organismos e substâncias prejudiciais. Os dados que coleta são usados em relatórios nacionais e internacionais.

Os fornecedores de água defendem zonas de proteção onde todos os pesticidas seriam proibidos, assegurando que as águas subterrâneas sejam efetivamente protegidas da contaminação por estradas, indústrias ou agricultura.

"Esperamos que os agricultores utilizem menos ou nenhum pesticida em área da água potável", disse Sager.

Também há movimentos que coletam assinaturas para iniciativas políticas destinadas a garantir água potável e alimentos saudáveis, o que os defensores dizem que exigiria uma proibição geral de pesticidas sintéticos e produtos artificiais para proteger plantas.

Defendem ainda que o governo corte subvenções aos agricultores que usem pesticidas ou antibióticos em suas fazendas.

Muito popular 

Defendem ainda que o governo corte subvenções aos agricultores que usem pesticidas ou antibióticos em suas fazendas.

Uma pesquisa do instituto GfS, de Zurique, encomendada por Ongs ambientalistas como Greenpeace, Pro Natura, BirdLife Suíça e WWF Suíça, descobriu que 65% das pessoas querem que o governo imponha uma redução no uso de pesticidas na Suíça.

Cerca de metade dos entrevistados disseram que o governo só deveria dar subsídios para fazendas especializadas em agricultura orgânica. Três em quatro pessoas disseram que estavam totalmente contra qualquer pesticida que acabasse em córregos e na água potável.


Mais dados

Um amplo estudo de longo prazo, publicado em abril pela Secretaria Federal do Meio Ambiente, revelou altos níveis de poluição que representam uma ameaça para a biodiversidade no país. Um coquetel constante de herbicidas, fungicidas e inseticidas utilizados na agricultura, em particular, afeta os invertebrados.

Nas 1.800 amostras de água coletadas em 2015, os pesquisadores encontraram 128 produtos fitossanitários diferentes: 61 herbicidas, 45 fungicidas e 22 inseticidas. Em 80% das amostras, pelo menos uma substância excedeu o limite especificado na lei federal.

A Secretaria Federal de Agricultura está desenvolvendo um plano para melhorar a qualidade da água em toda a Suíça que o governo deverá aprovar no final deste ano.

Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.


×