Indústria de blockchain suíça tem crescimento meteórico

A empresa de serviços cripto-financeiros Bitcoin Suisse está entre as 50 maiores firmas de blockchain do país. swissinfo.ch

O crescente setor de blockchain suíço continua bombando: mais de 600 empresas e instituições estão agora localizadas na "Criptonação" e no vizinho Liechtenstein, de acordo com dados divulgados recentemente.

Este conteúdo foi publicado em 18. outubro 2018 - 15:30

A indústria emprega cerca de 3.000 pessoas na Suíça e Liechtenstein, bem como muitos outros no exterior, diz o grupo de investimento Crypto Valley Venture Capital (CV VC).

Juntas, as 50 principais empresas de blockchain no chamado Cripto-Vale empregam 440 funcionários no país, valem estimados US$ 44 bilhões (CHF 43,7 bilhões) e detêm mais de US$ 2 bilhões para investir em pesquisa e desenvolvimento, segundo o CV VC (veja gráfico abaixo).

Grande parte desse financiamento foi levantado por meio de programas de investimento em grupo ('crowdfunding') para a oferta inicial de moedas (ICO, inicial em inglês para 'initial coin offering'), em que o público pode comprar moedas digitais que lhes dão acesso a plataformas blockchain.

swissinfo.ch

A CV VC também montou um diretório on-line chamado CV Maps, que lista empresas, fundações, consultores, advogados, estabelecimentos de ensino e outros agentes de apoio que trabalham na indústria de blockchain suíça.

O Liechtenstein também foi adicionado ao diretório, uma vez que o principado tem uma conexão próxima com as empresas suíças de blockchain e é cada vez mais descrito como uma extensão da nação criptográfica suíça.

O diretório expandiu a partir de apenas 350 entidades de blockchain listadas em abril de 2017, o que demonstra a escala e a velocidade de crescimento do setor nos últimos 18 meses.

O impacto potencial de longo prazo do setor de blockchain na economia suíça também não passou batido pelas autoridades e políticos, que têm se ocupado em criar uma estrutura legal e regulatória para permitir que a nova tecnologia prospere.

O termo "Crypto Nation" foi cunhado pelo ministro suíço da Economia, Johann Schneider-Ammann, durante uma conferência em St. Moritz, em janeiro de 2018.

As cinco principais empresas de blockchain no top 50 listadas pelo CV Maps são PickioChain, Vetri, Medicalchain, Etherisc, e Decent.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo