Navigation

Relatório mostra queda no investimento estrangeiro em imóveis suíços

Vista do empreendimento Europaalle em Zurique, em 12 de abril de 2019. © Keystone / Christian Beutler

A participação do investimento estrangeiro no setor imobiliário comercial suíço caiu de 15% antes de 2011 para 5% entre 2017 e 2019, de acordo com novas pesquisas. A questão da compra de propriedades suíças baratas por estrangeiros durante a pandemia da Covid-19 está sendo discutida em Berna.

Este conteúdo foi publicado em 16. fevereiro 2021 - 12:00
swissinfo.ch/fh

O investimento estrangeiro em edifícios comerciais na Suíça atingiu CHF750 milhões (US$841 milhões) por ano, ou uma média de 11% do investimento total (CHF6,8 bilhões) entre 2011 e 2020, de acordo com pesquisa da CBRE Switzerland, uma empresa de serviços imobiliários comerciais.

Antes de 2011, a proporção de investimento estrangeiro era maior (15%), especialmente entre 2005 e 2008, quando muitos investidores internacionais entraram no mercado suíço antes de se retirarem parcialmente após a crise financeira.

A saída de investidores estrangeiros do mercado suíço tem sido mais pronunciada nos últimos anos (2017 a 2019), disse a CBRE. Isto se deve especialmente à inflação dos preços imobiliários e à valorização do franco suíço. O investimento estrangeiro representou apenas 5% do investimento total durante este período.

2020 se destacou como um ano excepcional devido a "algumas transações muito grandes", acrescentou a CBRE.

Muitos dos compradores estrangeiros que investiram na Suíça durante a última década vieram da Inglaterra, Alemanha, França e Israel. Os investidores asiáticos desempenharam um papel menor, com exceção do setor hoteleiro, disse.

Em Berna, alguns políticos temem que a pandemia do coronavírus possa levar as empresas suíças a vender suas propriedades, e que os investidores estrangeiros possam comprá-las a preços baixos.

Uma comissão de assuntos legais da Câmara dos Deputados propôs, em janeiro, o endurecimento temporário da "Lex Koller", uma lei federal que restringe as compras estrangeiras de propriedades suíças. A comissão concordou em estender as restrições a edifícios destinados a uma atividade comercial ou profissional. A iniciativa parlamentar ainda deve ser aprovada pela Comissão de Assuntos Jurídicos do Senado.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.