Navigation

Setores aéreo e relojoeiro eleitos melhores lugares para se trabalhar na Suíça

A companhia aérea Swiss International Air Lines foi classificada como a empregadora mais atraente em uma pesquisa sobre as 150 maiores empresas da Suíça. O aeroporto de Zurique ficou em segundo lugar, seguido pelo fabricante de relógios Patek Philippe.

Este conteúdo foi publicado em 26. abril 2018 - 08:59
As pessoas pesquisadas acham que gostariam de trabalhar para a Swiss International Air Lines, o aeroporto de Zurique ou a Swissport International Keystone

A pesquisa, publicada pela agência holandesa de recrutamento Randstad na quinta-feira (26), perguntou a 4.800 pessoas entre 18 e 65 anos de idade onde gostariam de trabalhar. O estudo levou em consideração 16 critérios, incluindo ambiente de trabalho, salário, segurança no emprego, equilíbrio entre trabalho e vida privada e flexibilidade.

O setor aéreo ganhou três dos dez primeiros lugares, e a indústria relojoeira levou outros três.

O ranking completo é o seguinte: 1° Swiss International Air Lines, 2° Aeroporto de Zurique, 3° Patek Philippe, 4° Rolex, 5° Victorinox, 6° Grupo Swatch, 7° Nestlé, 8° Lindt & Sprüngli, 9° Swissport Internacional, 10° Companhia Ferroviária Federal.

A Google, gigante da internet, liderou a lista no ano passado e em outras duas vezes nos últimos anos. No entanto, a empresa foi retirada da pesquisa este ano, pois a Randstad não permite que uma empresa ganhe mais de três vezes em cinco anos.

A Randstad vem medindo a percepção das empresas na Suíça pela sociedade desde 2014. A pesquisa agora é realizada em 30 países e leva em conta os funcionários de 6.000 empresas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.