Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Exposição "Eu não via a alteração da pele"

"Olhe calmamente para nós" é a mensagem transmitida por Andrin, Till, Adiam e Gian, quatro crianças cujos rostos foram marcados por uma alteração de pele. Seus retratos fazem parte de uma exposição organizada há pouco pelo Centro de Tratamento de Pele em Zurique.

"Rapidamente eu só via as crianças e não mais a alteração da sua pele", explica a fotógrafa Gabi Vogt, autora de uma parte dos retratos. Dois outros fotógrafos, Gabriela Acklin e Valérie Jaquet, também participaram desse projeto organizado para comemorar os 150 anos do Hospital Infantil de Zurique.

Seu objetivo é mostrar uma outra faceta dessas crianças, que muitas vezes sofrem com a sua aparência. "Elas não querem se esconder, mas sim estar visíveis e ajudar as outras crianças que passam pela mesma experiência", avalia Gabi Vogt. Nós somos como as outras, diriam elas talvez aos visitantes da exposição.

Foram encontros que inspiraram Gabi Vogt. O que aconteceria quando ela apontasse a câmara para as crianças que já apresentam uma fragilidade? Ela se questionou. Porém elas contaram a sua história, o percurso muitas vezes doloroso e como elas vivem essa diferença, seja uma cicatriz, doença de pele ou marca de nascença. Algumas delas até veem uma vantagem nisso.

A exposição "Olhe calmamente para nós" pode ser vista entre 7 e 23 de setembro de 2018 no Careum Auditorium, em Zurique.