Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

FC Basiléia ganha pela 8a. vez a Copa Suíça

O capitão do time, Ivan Ergic, levanta a taça após a vitória.

(Keystone)

Alguns dias depois de ter perdido o título no campeonato suíço, o FC Basiléia ganha a Copa Suíça vencendo por 1 a 0 contra o FC Lucerna, em Berna.

A conquista do oitavo troféu pelo time da Basiléia veio através do pênalti aos 93' minutos da partida.

O jogo teve um nível técnico abaixo das expectativas, até que um pênalti marcado no 93º minuto da partida pelo zagueiro Majstorovic acordou os torcedores. Para o FC Basiléia, que não conseguiu conquistar o título do campeonato suíço, a vitória na Copa Suíça serviu como um grande consolo.

Os comentaristas não se abstiveram de comentar que, sobre o gramado artificial do Estádio da Suíça, em Berna, e frente a 30 mil torcedores, o FC Basiléia dominou toda a partida sem criar grandes oportunidades de marcar. O Basiléia é o clube mais rico do futebol suíço, com um orçamento de 30 milhões de francos. Já o FC Lucerna se contenta com apenas sete milhões.

No entanto, o estádio estava praticamente lotado porque tanto Lucerna como Basiléia são cidades em que o futebol é o esporte mais popular, o que não é o caso de todas as cidades na Suíça.

Pênalti fatal

No primeiro tempo, a equipe da Basiléia jogou melhor e dominou depois dos 20 minutos. Até aí, o FC Lucerna conseguia se defender dos ataques. Já o segundo tempo foi mais equilibrado para os dois times. Logicamente tudo indicava que a partida iria para a prorrogação.

Nos descontos, o golerio do Lucerna Zibung derrubou Chipperfield, que entrara sozinho na pequena área. O árbitro declarou Pênalti e pediu a expulsão do goleiro do Lucerna.

Seu substituto, o jogador Zukaj, não pode se defender o tiro de Majstorovic. O sueco demonstrou nesse momento bastante sangue-frio para chutar a bola com grande precisão, no canto esquerdo.

Majstorovic foi considerado o melhor jogador do Basiléia, juntamente com Caicedo, o atacante equatoriano.

Opiniões diversas

"É preciso ter sorte para ganhar o jogo nos últimos segundos da prolongação. A partida contra a equipe do FC Lucerna não foi fácil para nós. Eles ocuparam bem todos os espaços do campo. Para nós também foi um pouco estranho jogar num gramado artificial. Eu acho que isso prejudicou um pouco o nosso futebol", comentou o treinador Christian Gross.

Ele ainda fala sobre os problemas vividos pela equipe. "Eu creio que o FC Basiléia teve ótimos resultados nesta temporada, que também foi bem...complicada para nós. Meus jogadores ficaram muito tristes de ter perdido o título na quinta-feira à noite. Hoje eles já recuperaram o seu orgulho".

Do seu lado, Ciriaco Sforza, o treinador da equipe de Lucerna, não escondeu a decepção, sobretudo devido à decisão tomada pelo árbitro. "Eu tenho certeza que não foi um pênalti. Zibung não encostou no Chipperfield! Perder dessa maneira é duro para nós. Não consigo nem cumprimentar meus jogadores. Eles nos apresentaram um jogo maravilhoso. Antes dessa final, muitos comentaristas já previam uma derrota humilhante. O que ocorreu foi o contrário disso".

Minutos antes do pênalti, Lustrinelli, atacante do FC Lucerna, perdeu a melhor oportunidade de gol de toda a partida e o Lucerna teria vencido.

Árbitro feminino

Um detalhe interessante é que, pela primeira vez, a final da Copa Suíça foi apitada por uma mulher, Nicole Petignat. Ela vive no cantão de Zurique, nasceu em 1966 em La Chaux-de-Fonds e começou a fazer cursos de arbitragem em 1983. Em poucos anos a suíça conseguiu passar por todos os níveis da profissão até chegar à arbitragem da Primeira Divisão do futebol suíço, chamada oficialmente de "Swiss Super League".

Em julho de 1999, em Los Angeles, ela arbitrou a final da Copa do Mundo de futebol feminino entre os Estados Unidos e a China. Em setembro de 2000, foi a vez do torneio feminino dos Jogos Olímpicos de Sydney. Depois, ela foi a primeira mulher a dirigir uma partida da copa UEFA.

No ano passado um livro foi lançado para contar sua história. O título: "A mulher que apita os rapazes" (Editions Favre/Le Matin).

Hooligans

Diversos atos de vandalismo foram cometidos em Berna antes da partida. Cerca de dois mil fãs do FC Basiléia já estavam reunidos por volta de meio-dia no centro da cidade, quando eles começaram a se deslocar para o Estádio da Suíça.

No caminho, o grupo de "hooligans" soltou diversos fogos de artifício e lançou detritos nas ruas. Alguns dos torcedores, já sob o efeito do álcool, chegaram a lançar garrafas ao ar. A polícia foi obrigada a intervir e deter alguns dos mais exaltados.

Já a chegada dos torcedores do FC Lucerna ocorreu sem problemas, como declarou a polícia à imprensa.

swissinfo com agências

FC Basiléia

O FC Basiléia ganhou oito vezes a Copa Suíça: 1933, 1947, 1963, 1967, 1975, 2002, 2003 e 2007.

O FC Basiléia também já ganhou 11 vezes o campeonato suíço: 1953, 1967, 1969, 1970, 1972, 1973, 1977, 1980, 2002 e 2004.

Aqui termina o infobox

FC Lucerna

O FC Lucerna ganhou uma vez o campeonato suíço (1989) e duas vezes a Copa Suíça (1960 e 1992).

Aqui termina o infobox

A Copa Suíça

Grasshopper é o clube que mais vezes foi vitorioso na Copa Suíça: o time de Zurique ganhou 18 vezes o troféu (e 13 derrotas).

O FC Sion é o único clube a ter ganho todas as finais da Copa Suíça do qual participou (10 vezes no total).

Aqui termina o infobox

Os vencedores da Copa Suíça desde 1995

· 2007 FC Basiléia
· 2006 FC Sion
· 2005 FC Zurique
· 2004 FC Wil
· 2003 FC Basiléia
· 2002 FC Basiléia
· 2001 FC Genebra Servette
· 2000 FC Zurique
· 1999 FC Lausanne-Sport
· 1998 FC Lausanne-Sport
· 1997 FC Sion
· 1996 FC Sion
· 1995 FC Sion

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×