Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Feriado leva ainda mais gente a Weggis

Torcedores sem ingresso assistem ao treino da colina perto do estádio.

(Keystone)

A presença da seleção na cidadezinha de Weggis, passou do interesse à euforia por causa do feriadão.

Alguns moradores já reclamam do excesso de barulho.

Tudo se sabe em qualquer vilarejo e em qualquer lugar e Weggis não é diferente. A seleção brasileira chegou segunda-feira à bucólica cidadezinha e na manhã de sexta-feira, a dona de um dos pequenos hotéis à margem do Lago de Quatro Cantões disse a swissinfo que "uma agitação dessas duas vezes por ano seria demais".

Barulho está incomodando

A gerente já sabia que outras equipes começam a manifestar interesse em vir a Weggis para períodos de treinamento e teme que a agitação se repita.

O Lyon FC, clube dos brasileiros Cris, Juninho e Fred, já teria entrado em contato com a prefeitura de Weggis. Fala-se também do interesse da seleção da Itália, na preparação para a Eurocopa de 2008, co-organizada pela Suíça e pela Áustria.

É fato que os menos de 4 mil habitantes fizeram um grande esforço para bem acolher os brasileiros. Até no único supermercado da cidade, os empregados estão vestidos de verde-amarelo.

Mas também é fato que essa agitação toda deve estar perturbando a vida dos habitantes. Já houve reclamações do não respeito do horário (11 hs da noite) de atividade das barracas comerciais na parte alta da cidade, próxima ao estádio. Muitas dessas barracas de comida, bebida e todo tipo de "souvenirs" têm música alta que está passando dos limites para alguns habitantes.

Segurança inabitual

O limite máximo de visitantes está concentrado neste final de semana, por causa do feriado nacional de quinta-feira. Mesmo pessoas que não têm ingresso para os treinos aproveitam para ver o ambiente e tentar ver os jogadores do alto de uma colina nas imediações do estádio.

Os barcos que transportam as pessoas de Lucerna a Weggis estão lotados e tem transportado torcedores e curiosos que vêm de Zurique (55 kms de Weggis) e até Genebra (três horas de trem).

Isso exige policiais orientando o trânsito nas poucas ruas da cidade e seguranças de companhias privadas nas imediações do estádio, situações às quais os moradores não estão habituados.

Quinta-feira, houve um começo de tumulto na chegada dos jogadores ao estádio e os responsáveis pela segurança discutiam novas medidas minutos depois.

Por outro lado, uma tropa especializada da polícia estaria a postos para intervir em caso de necessidade.

swissinfo, Claudinê Gonçalves, Weggis

Breves

- Weggis tem menos de 4 mil habitantes

- Na quinta-feira, feriado nacional, mais de 13 mil pessoas vieram a Weggis para os treinos da seleção.

- Os horários do comércio nas barracas instaladas (23 hs) não está sendo respeitado, inclusive a música com volume muito alto.

- Isso tem provocado reclamações de moradores de Weggis.

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.