Navigation

Lucros de Novartis sobem 8%

Estados Unidos representam 43% das vendas do grupo Keystone Archive

No ano passado, o faturamento do grupo farmacêutico aumentou 10%, chegando a 32 bilhões de francos (€ 25.7 bi). O lucro líquido subiu 8%, atingindo 7 bilhões (€ 4.7 bi). O desempenho foi espetacular nos EUA.

Este conteúdo foi publicado em 07. fevereiro 2002 - 11:13

Na quinta-feira, 7/2, o grupo Novartis, sediado em Basiléia anunciou balanço que revela « desempenho excelente » em 2001. O salto de 10% no faturamento e principalmente a melhora de 8% nos lucros resulta principalmente do dinamismo observado na divisão Pharma (setor principal do grupo, em que as vendas progrediram 11%) e nos negócios nos Estados Unidos.

Setores florescentes

Neste país, o faturamento representa 43% do total. A esse respeito, Novartis realça que as atividades cardiovasculares e de oncologia (câncer) registraram forte expansão. Por exemplo, as vendas de "Diovan", remédio utilizado contra a hipertensão, aumentaram 53%.

No ano passado, Novartis investiu 4.2 bilhões de francos em pesquisas e desenvolvimento. Sinal de saúde financeira do grupo, o balanço é bom, apesar de importantes aquisições no período: comprou 21.3% do capital de Roche, seu concorrente por 5.2 bilhões de francos e consagrou 3.9 bilhões a resgate de seus próprios títulos.

O grupo pretende continuar sua estratégia de expansão, focalizada nas áreas de saúde e produtos farmacêuticos.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?