Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Alta frequência A telefonia 5G representa um risco para a saúde?

O governo suíço revisou a alocação de frequências, abrindo o caminho para a telefonia 5G, mas os críticos estão alertando que isso poderia ser ruim para nossa saúde. (SRF/swissinfo.ch)

A telefonia 5G é 100 vezes mais rápida do que a 4G. É uma conexão sem fio construída especificamente para acompanhar a proliferação de dispositivos que precisam de uma conexão de internet móvel. As primeiras aplicações 5G estarão disponíveis em 2020 ou 2021, permitindo maiores transferências de dados com tempos de resposta mais curtos. Isso significa que o conteúdo será baixado mais rápido, ou os sites serão carregados mais rapidamente. Várias antenas de entrada e saída (MIMOs) provavelmente serão usadas para aumentar o sinal em qualquer lugar que a 5G for oferecida.

Normalmente, quando uma nova tecnologia móvel sem fio chega, é atribuída uma frequência de rádio maior. A 4G ocupou as faixas de frequência até 20 MHz. Em breve, a faixa de frequência 694-790 MHz, originalmente reservada para transmissão radiofônica, estará disponível para aplicações de comunicações móveis de banda larga na Suíça. O governo também liberou frequências na faixa de 1400 a 3500 MHz para comunicações móveis.

Mas Peter Kälin, presidente da “International Society of Doctors for the Environment (ISDE)”, com base em Basileia, adverte que a 5G usa ondas muito curtas, que serão absorvidas pela pele. Ele acrescenta: "A pele já está exposta aos efeitos prejudiciais da radiação ultravioleta (UV). A 5G pode apresentar um risco adicional de câncer".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Destaque