Voluntários ajudam agricultores alpinos

Os agricultores alpinos da Suíça sofrem com a falta de mão de obra da UE devido ao fechamento das fronteiras. A Caritas conseguiu 1.000 voluntários para ajudá-los nesse período difícil.

Este conteúdo foi publicado em 04. junho 2020 - 15:15
SRF

Há muito o que fazer - ordenhar vacas, fazer feno, capinar, cortar madeira e consertar cercas. Os agricultores oferecem uma rica experiência de aprendizado em um cenário de paisagens alpinas imaculadas.

A Caritas Suíça muitas vezes intervém para ajudar os agricultores necessitados. A mão de obra geralmente vem do exterior e o salário é particularmente baixo. Mas por causa da Covid-19, apenas um terço dessa mão de obra está disponível este ano. As fronteiras reabrem em meados de junho, mas não está claro quantos estrangeiros poderão vir.

Beatrice Klaus, que normalmente trabalha no aeroporto de Zurique, se voluntariou porque não tem muito trabalho no momento. Ela foi para o pasto alpino Ruodsperri, acima de Melchtal, no cantão de Obwalden, para ajudar os agricultores Res e Karin Gasser. Ela diz que é um trabalho físico difícil, mas muito gratificante.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo