Uma vida por trás da objetiva

Sabine Weiss sempre gostou de ação e menos a teoria. Ela viveu a fotografia como uma profissão prática. Hoje, ela não caça mais as imagens e aceita opinar sobre uma profissão transformada pela tecnologia.

Este conteúdo foi publicado em 12. dezembro 2016 - 13:24

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo