Navigation

Motoristas distraídos são a principal causa de acidentes

Adivinhe qual é a maior causa de distração ao volante? SRF screenshot

A maioria dos acidentes de trânsito na Suíça no ano passado foi causada por motoristas distraídos enviando mensagens de texto ou telefonando ao volante.

Este conteúdo foi publicado em 09. novembro 2018 - 13:26
Keystone-SDA/SRF/Swiss Council for Accident Prevention/ilj

Em 2017, 1.111 pessoas morreram ou ficaram gravemente feridas devido a motoristas distraídos, segundo o Conselho Suíço de Prevenção de Acidentes em um relatório sobre segurança no trânsito. Isso equivale a três vítimas por dia.

O telefone celular foi apontado como o principal culpado - ligações e mensagens de texto tiram mais que quelaquer outra coisa a atenção dos motoristas. 

"O uso de telefones celulares está desempenhando um papel cada vez maior nos acidentes de trânsito", disse Brigitte Buhmann, diretora do conselho de prevenção de acidentes, à televisão pública suíça SRF, na quinta-feira. Ela acredita que, provavelmente, o número é na verdade muito maior, porque na maioria das vezes as pessoas não admitem exatamente por que se distraíram depois de terem causado um acidente.

Abaixo estão algumas imagens captadas pela polícia cantonal de Zurique para uma campanha de conscientização.

YouTube/Kantonspolizei Zürich


Na Suíça, telefonar ao volante uma multa rende uma multa de 100 francos suíços (100 dólares). Trocar mensagens de texto enquanto dirige é considerado uma ofensa de trânsito bem mais grave: a carteira de motorista pode ser apreendida, e além disso o infrator ainda pode ser sujeito a multas e prisão.

Multas

No cantão de St. Gallen, a polícia chega a distribuir 2.500 multas ao ano por causa de celular. A polícia diz que tem observado cada vez mais motoristas ao telefone. "Muitas vezes nos perguntamos por que a pessoa não comprou um dispositivo de viva-voz que permite que eles façam ligações impunemente", disse um porta-voz da polícia à SRF.

O relatório constatou que tanto homens como mulheres pecam por distração no trânsito na mesma proporção, mas são jovens entre 18 e 24 anos que constituem o grosso dos infratores.

Um número semelhante de acidentes foram causados ​​por motoristas que não respeitaram a preferencial; em três quartos dos casos, a culpa era dos motoristas distraídos. Cerca de 40% das mortes por acidentes de trânsito foram de pedestres, disse o conselho de prevenção de acidentes.

Altas velocidades causam dois ferimentos graves por dia, o álcool um por dia. No geral, há muito menos acidentes por excesso de velocidade e por consumo de álcool, mas eles costumam ter consequencias mais graves.

No total, 3.654 pessoas ficaram gravemente feridas em acidentes de trânsito em 2017 e 230 morreram. O conselho de prevenção de acidentes disse que, em comparação com 2016, o ano passado registrou 14 mortes a mais, mas que, em geral, verifica-se uma tendência de queda nas mortes nas estradas durante a última década.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.