Navigation

Brasileiros conquistam ouro e prata no vôlei de praia

Talita e Maria Elisa comemoram título em Gstaad. Keystone

A dupla brasileira Talita/Maria Elisa conquistou medalha de ouro no Circuito Mundial de Vôlei de Praia, disputado de 6 a 12 de julho, em Gstaad, nos Alpes suíços.

Este conteúdo foi publicado em 13. julho 2009 - 12:44

No masculino, a dupla brasileira Ricardo/Emanuel perdeu na final para os alemães Brink/Reckermann e ficou com o vice-campeonato.

Brink/Reckermann superaram os brasileiros bicampeões em Gstaad (em 2005 e 2006) por 2 sets a 1, com parciais de 21/15, 17/21 e 15/11, no domingo (13/7).

A medalha de bronze ficou com a dupla espanhola Herrera/Gavira, que passou pelos holandeses Nummerdor/Schuil também por 2 sets a 1, parciais de 23/21, 14/21 e 15/13.

"O time mais constante venceu o jogo. Jogamos contra os campeões mundiais e eles mereceram a vitória. Meu momento mais bonito foi ontem. Ao ver milhares de bandeiras suíças ondulando, senti como todos na Quadra Central curtiram a atmosfera. Um momento desses é muito valioso para mim", disse Emanuel na conferência de imprensa após a final.

Segundo Jonas Reckermann, "a sensação de vitória sempre é fantástica. No primeiro set, Julius sacou muito bem, mas no segundo set o Brasil nos pressionou e a recuperação foi difícil. O saque foi a chave do sucesso das duas equipes."

Foi a vigésima vitória consecutiva dos alemães, que jogam juntos desde o início deste ano. No quinto torneio nesta temporada, eles disputaram a quinta semifinal e ganharam o terceiro título.

Final brasileira no feminino



Talita Antunes e Maria Elisa Antonelli derrotaram Juliana e Larissa por 2 sets a 1, com parciais de 21/17, 16/21 e 15/12, na final brasileira da etapa do Circuito Mundial, no sábado (12/7). A novas campeãs impediram as rivais de se tornarem bicampeãs em Gstaad - Juliana e Larissa tinham vencido o torneio suíço de 2005.

No feminino, a medalha de bronze foi para as estadunidenses Branagh e Youngs, que venceram as holandesas Van Iersel e Keizer por 2 a 0, com parciais de 21/14 e 21/17.

"Estou muito feliz", disse Antonelli após o jogo na Quadra Central. "Sempre é difícil vencer contra Juliana-Larissa." E sua colega Talita acrescentou: "É simplesmente um sonho, essas montanhas, esse clima, uma loucura! É a minha primeira medalha num Grand Slam!"

Jubileu em Gstaad



Para os organizadores, o 10° Torneio de Vôlei de Praia disputado em Gstaad foi um sucesso. Nunca antes duas duplas femininas suíças haviam chegado às oitavas-de-final (Forrer-Schmocker, Kuhn-Zumkehr) e, no sábado, duas duplas masculinas (Heyer-Heuscher, Laciga-Bellaguarda) lutaram por uma vaga nas semifinais.

Sascha Heyer e Patrick Heuscher perderam para os campeões europeus holandeses Reinder Nummerdor/Richard Schuil por 2 a 1. Martin Laciga e Jefferson Bellaguarda não tiveram chance contra Ricardo/Emanuel – perderam por 2 a 0 (17/21, 15/21). "Estamos satisfeitos com nossa apresentação. Um quinto lugar entre tantas equipes de ponta está bem", disse Heyer.

O tempo ruim espantou alguns torcedores no início da competição. Mesmo assim, 60 mil pessoas assistiram às partidas (70 mil no ano passado). "Faltaram-nos também os torcedores que já tinham saído de férias", disse Ruedi Kunz, chefe da equipe de organizadores, que contou com o apoio de 550 voluntários.

Conhecido como uma das estações de inverno que atraem o jetset internacional (ao lado de Zermatt e Saint Moritz), o povoado de Gstaad (6.800 habitantes) sedia anualmente também outras duas grandes competições esportivas: o torneio internacional de tênis masculino "Allianz Suisse Open" e o torneio de pólo "Hublot Polo Gold Cup".

O vôlei de praia surgiu nos anos de 1920 nos EUA a partir voleibol. Desde 1994, é uma modalidade olímpica. Desde 1997, é disputado o campeonato mundial, que em 2007 foi em Gstaad. O Brasil domina o ranking mundial nesse esporte, como mostram os dados da Federação Internacional de Vôlei (veja coluna à direita).

Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch

Campeões mundiais brasileiros

1993-94 - Franco Neto/Roberto Lopes
1995-96 - Franco/Roberto Lopes
1996 - ZeMarco de Melo/Emanuel Rego
1997 - ZeMarco/Emanuel
1998 - Para Ferreira /Guilherme Marquez
1999 - Emanuel/Jose Loiola
2000 - ZeMarco/Ricardo Santos
2001 - Emanuel/Tande Ramos
2003 - Emanuel/Ricardo
2004 - Emanuel/Ricardo
2005 - Emanuel/Ricardo
2006 - Emanuel/Ricardo
2007 - Emanuel/Ricardo
2008 - Harley/Pedro

Fonte: FIVB

End of insertion

Campeãs mundiais brasileiras

1994-95 - Mônica Rodrigues/Adriana Samuel
1995-96 - Sandra Pires/Jackie Silva
1996 - Pires/Silva
1997 - Shelda/Adriana Behar
1998 - Shelda/Adriana Behar
1999 - Shelda/Adriana Behar
2000 - Shelda/Adriana Behar
2001 - Shelda/Adriana Behar
2003 - Ana Paula /Pires
2004 - Shelda/Adriana Behar
2005 - Juliana /Larissa
2006 - Juliana /Larissa
2007 - Juliana /Larissa
2008- Ana Paula/ Shelda

Fonte: FIVB

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?