Suíça organiza voo de ajuda humanitária para a Venezuela

Suprimentos de emergência aguardam para serem carregados em um avião de carga no Aeroporto de Zurique antes de partirem para a Venezuela em 18 de junho de 2020. Keystone / Ennio Leanza

A Suíça já levou quase 100 toneladas de ajuda humanitária, principalmente suprimentos médicos, para a Venezuela para ajudar na luta contra a pandemia do coronavírus.

Este conteúdo foi publicado em 20. junho 2020 - 12:02
swissinfo.ch/fh

O governo suíço fretou um avião de carga para ajudar os esforços de nove organizações - agências das Nações Unidas, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e ONGs - que haviam recolhido suprimentos no valor de CHF2 milhões (US$ 2,1 milhões) para ajudar as pessoas na Venezuela.

A ajuda humanitária incluiu equipamentos de proteção pessoal para uso no combate à Covid-19, medicamentos, equipamentos de emergência, artigos de higiene e equipamentos para preparar água potável para ajudar cerca de 1,2 milhão de pessoas, informou o Ministério das Relações Exteriores da Suíça em 19 de junho.

As organizações enviaram os suprimentos de emergência para a Suíça, onde foram recarregados no aeroporto de Zurique e partiram para Caracas no dia 19 de junho.

Uma equipe da Unidade de Ajuda Humanitária da Suíça também estava a bordo. Junto com representantes da Embaixada da Suíça em Caracas e do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA), a equipe supervisionou a entrega dos suprimentos às organizações participantes no país. 

"A operação demonstra o firme compromisso da Suíça com os princípios e práticas humanitárias". Ela também possibilita à Suíça dar apoio a populações extremamente vulneráveis em um ambiente altamente polarizado", disse o ministério.

Desde 2017, as autoridades suíças prestam ajuda no valor de CHF24 milhões para aliviar o sofrimento na Venezuela. Este ano, a Suíça destinou mais CHF12 milhões em resposta às necessidades humanitárias da nação sul-americana. O objetivo é ter um impacto também nos países vizinhos, onde residem milhões de cidadãos venezuelanos.

Desde o início da pandemia do coronavírus, a Suíça tem fornecido ajuda humanitária a vários países da Europa, África e Ásia. No total, a nação alpina destinou mais de CHF203 milhões para a luta global contra à Covid-19.

Partilhar este artigo