Navigation

População suíça cresce 0,7%

No fim de 2004, a população estrangeira representava 20,2% da população total. Keystone

Dos 7,42 milhões de habitantes, 1,5 milhão são de estrangeiros. Em 2004 a população total cresceu 0,7% e a de estrangeiros 1,6%.

Este conteúdo foi publicado em 08. março 2005 - 19:48

A maior progressão é de alemães e portugueses, mas os italianos continuam sendo a maior comunidade estrangeira na Suíça.

Em 2004 a população suíça cresceu 0,7% em relação aos valores do ano retrasado. Sem contar os funcionários internacionais e os diplomatas, a população que não tem passaporte suíço aumentou em 1,6%.

A população estrangeira na suíça passou, assim, de 20,1% em 2003 para 20,2% em 2004, segundo os dados publicados pelo Departamento Federal de Migrações (ODM, na sigla em francês).

Acordo bilateral

O acordo de livre circulação firmado com a União Européia (UE) e que entrou em vigor em julho passado continua continua influenciando na composição da comunidade estrangeira na Suíça.

Os imigrantes originários da UE aumentaram em 2,4%, enquanto a população de extra-comunitários cresceu 0,6%.

A maior progressão foi de alemães (+11.228 pessoas) e de portugueses (+9.898). Em compensação, os italianos, espanhóis, turcos e os cidadãos originários dos países da ex-Iugoslávia diminuem, tendência já registrada nos últimos três anos.

Mesmo assim, com 20,1% do total de estrangeiros, a comunidade italiana continua sendo a mais numerosa na Suíça, seguida pelos sérvios-montegrinos (13,3%), portugueses (10,7%) e alemães (9,7%).

Em 2004, quase 37 mil estrangeiros se naturalizaram, um ligeiro recuo (-0,3%) em relação a 2003.

Ao contrário do ODM, o Departamento Federal de Estatísticas (OFS) inclui os funcionários internacionais e os diplomatas nas estatísticas de população estrangeira. Nesse cálculo, a proporção de estrangeiros na Suíça é de 20,6% da população total.

Mais nascimentos

A imigração não foi o único fator de crescimento da população da Suíça (+54.200 pessoas) registrada em 2004. A natalidade também aumentou ligeiramente.

Foram 72.500 nascimentos em 2004, segundo dados ainda provisórios da OFS. Em 2003 foram 71.800. Mas a Divisão Federal de Estatísticas ainda não registra ainda uma inversão da tendência ao declínio das taxas de natalidade, uma tendência iniciada em 1995.

Em 2004, os falecimentos também foram menos numerosos (60 mil, 3.100 a menos do que em 2003). A explicação é que o forte calor de 2003 não se repetiu em 2004.

Envelhecimento da população

O crescimento natural da população (diferença entre nascimentos e mortes) foi de 12.500 pessoas. O saldo migratório (diferença entre as pessoas que chegaram e as que saíram) foi de 4.700 pessoas (-3%).

Enfim, a chegada de novos estrangeiros, geralmente jovens, não consegue conter o envelhecimento da população suíça. A faixa etária de 65 anos ou mais na população cresceu. As de menos de 20 anos e de 20 a 39 anos diminuíram.

swissinfo com agências

Fatos

População total em 2004: 7,42 milhões (+0,7% em relação a 2003).
Residentes estrangeiros: 1,5 milhão (20,2%), em alta de 1,6%.
Comunidade italiana é a maior (20,1% dos estrangeiros), seguida pela da Sérvia-Montenegro (13,3%) e dos portugueses (10,7%).

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?