Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Portugal derrota República Tcheca e está classificado

Quaresma marca o 3° gol, com a baliza escancarada

(Keystone)

Portugal derrotou a República Tcheca por 3 a 1 e está classificado pelo Grupo A para as quartas-de-final da Euro 2008. Foi uma partida difícil, bastante disputada e com um gol de Quaresma quase no final.

No próximo domingo, em Basiléia, Portugal enfrenta a Suíça apenas para cumprir tabela, uma vez que a equipe co-anfitriã foi eliminada da competição pela Turquia.

Foi uma partida muito dura para Portugal, mas a técnica e a velocidade, acabaram vencendo. Com muita dificuldade mas venceu e o placar é mais folgado do que foi o jogo. Os tchecos ameaçaram empatar até Quaresma marcar o terceiro gol, quase ao final do jogo.

Tchecos muito melhor

Os tchecos jogaram muito melhor do que no jogo de abertura contra a Suíça. Começaram o jogo mais dispostos a defender. No papel, parecia que se contentariam com um empate, com apenas um jogador no ataque, o experiente Milan Baros. O gigante Koller, que deu trabalho à defesa suíça no jogo de abertura, ficou no banco.

No entanto, a República Tcheca começou atacando. Aos 6 minutos, na primeira jogada construída por Portugal, Deco levou a bola ao ataque, tabelou com Christiano Ronaldo que tentou chutar. O goleiro Cech não conseguiu bloquear, a bola sobrou para Deco, que a empurrou entre os zagueiros tchecos que cobriam seu goleiro.

Os tchecos não tardaram a reagir. A defesa começou a jogar alto no terreno, deixando pouco espaço para o meio-campo e para o ataque português. Na primeira bola parada, eles empataram. Na cobrança de um escanteio, Sionko marcou de cabeça, aproveitando um erro de marcação da defesa de Portugal.

A maior estatura dos tchecos também teve um papel importante. Nos duelos, a força física deles foi preponderante. A cada escanteio ou falta havia perigo para a baliza se Ricardo.

Segundo tempo

Portugal voltou a campo decidido a fazer logo a diferença. Tinha um melhor toque de bola e Deco começou a jogar melhor do que no primeiro tempo. Na primeira oportunidade, pela direita do ataque, Simão tocou para Deco que encontrou pela primeira vez Cristiano Ronaldo mais ou menos desmarcado. Ele chutou para marcar na saída do goleiro Chech.

Na metade do segundo tempo, Scolari reforçou fisicamente a equipe, substituindo João Moutinho por Fernando Meira e Simão por Hugo Almeida.

Os checos continuaram pressionando, sempre com bolas altas muito difíceis a negociar pela defesa portuguesa. No entanto, não criaram oportunidades claras.

Aos 90 minutos, quando faziam toda pressão para tentar empatar, Cristiano Ronaldo recebeu um lançamento longo, esperou a saída de Cech e tocou para Quaresma marcar o terceiro gol.

Portugal já está classificado para as quartas-de-final, antes mesmo de enfrentar a Suíça, no próximo domingo. Com a eliminação da co-anfitriã pela Turquia, a equipe de Scolari se classificou em primeiro lugar do Grupo A para jogar as quartas-de-final em Basilléia.

swissinfo, Claudinê Gonçalves

A Selecção

Aqui termina o infobox

PORTUGAL 3 Rep. Tcheca 1

República Tcheca: Cech; Grygera, Ujfalusi, Rozehnal, Jankulovski; Galasek (Koller); Sionko, Matejovsky, Polak, Plasil; Baros

Técnico: Karel Brückner

Portugal: Ricardo, Bosingwa, Pepe, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira; Petit, João Moutinho (Fernando Meira), Deco; Cristiano Ronaldo, Nuno Gomes (Hugo Almeida), Simão (Quaresma).

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Data: 11/06/2006
Local: Estádio de Genebra (Suíça): 30 mil espectadores
Árbitro: Kyros Vassaras (Grécia)
Assistentes: Dimitris Bozatzidis (Grécia), Dimitris Saraldaris (Grécia), Kristinn Jakobsson (Islândia)
Gols: Deco (P), aos 6 minutos do 1° T); Sionko (Rp) aos 18 minutos 1T),Cristiano Ronaldo (aos 18 min 2° T), Quaresma (aos 45 min. 2°T)
Cartões amarelos: Jean Polak (RT), Bosingwa (P)

Aqui termina o infobox
(swissinfo.ch)

×