Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Ricardo Carvalho

"Zagueiro-zagueiro", do jeito que Felipão gosta.

(Reuters)

Central do Chelsea é um "zagueiro-zagueiro", como diria Felipão. Bem-sucedido nos clubes por onde passou, Ricardo Carvalho ainda procura um título pela seleção.

Na sua juventude, Ricardo Alberto Silveira Carvalho era freqüentemente comparado com Fernando Couto, que jogou em grandes times de Portugal, da Espanha e da Itália e defendeu a camisa da seleção 110 vezes.

O zagueiro-central da seleção portuguesa e do Chelsea é conhecido pela velocidade, a precisão e determinação no momento do desarme, mas também por levar perigo à área adversária.

Ele deu seus primeiros passos no futebol no Amarante (1990 até 1996), de onde se transferiu para os juniores do FC Porto, sendo emprestado ao FC Leça, onde iniciou sua carreira profissional na temporada 1997-1998.

Depois de passagens pelo Vitória de Setúbal e pelo Alverca, voltou ao Porto para integrar a equipe principal na temporada 2001-2002, onde nos dois anos seguintes conquistou todos os títulos nacionais, a Copa da Uefa e a Liga dos Campões.

Contrato milionário



Depois de se sagrar vice-campeão europeu em 2004, seguiu seu treinador José Mourinho e, por 30 milhões de euros, transferiu-se para o Chelsea, onde ganhou dois títulos na primeira temporada. Na Copa de 2006, foi escolhido para o time a"ll star" da Fifa.

Em 18 de maio de 2007, dia de seu aniversário, Carvalho prorrogou seu contrato com o Chelsea por mais cinco anos até 2012. Teoricamente, este seria o último contrato de sua carreira, já que, quando terminar, o zagueiro terá 34 anos.

Muitos comentaristas esportivos consideram que ele e o inglês John Terry formam atualmente a melhor dupla de centrais do mundo. Em entrevista ao site do Chelsea, no começo do ano, Ricardo Carvalho revelou suas ambições para esta temporada.

Sonhando com a Eurocopa



"Seria lindo vencer a Liga dos Campeões e depois sagrar-me campeão europeu por Portugal. Já venci uma Liga dos Campeões pelo FC Porto, e isso é algo fantástico, mas ainda procuro um título pela seleção nacional", disse.

No início de março, porém, o jornal britânico News of the World divulgou a notícia de que Ricardo Carvalho ameaça deixar o clube no final da temporada, caso o treinador israelita Avram Grant permaneça no comando técnico da equipe.

Também outros jogadores, como Didier Drogba, Frank Lampard e Michael Essien, que formavam a base do time de Mourinho, estariam com a mesma intenção. Opções para Carvalho não faltariam, já que supostamente é cobiçado pelo Real Madrid.

swissinfo, Geraldo Hoffmann

Ficha técnica

Ricardo Alberto Silveira Carvalho nasceu em 18 de maio de 1978, em Amarante.

Clubes
1997–1998: FC Leça
1998–2000: FC Porto
2000–2001: Alverca
2001–2004: FC Porto
Desde 2004: Chelsea

Títulos
Liga dos Campeões (2004)
Copa da Uefa (2003)
Campeão português (2003, 2004)
Taça de Portugal (2011, 2003)
Supercopa de Portugal (2001, 2003)
Campeão inglês (2005, 2006)
Copa da Liga inglesa (2005, 2007)

Aqui termina o infobox

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Longform The citizens' meeting

Teaser Longform The citizens' meeting

advent calendar

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.