Criminalidade na Suíça é a menor desde 2009

Em 2015 os crimes caíram mais de 7% na Suíça em relação ao ano anterior. Os números indicam que suíços e estrangeiros acusados de crimes continuam a diminuir.

swissinfo.ch
Apesar de ter muitos casos de assalto a joalherias, os casos de arrombamento caíram quase 20% em 2015. Keystone

De acordo com dados divulgados pelo Departamento Federal de Estatística na segunda-feira (21), pouco mais de 77 mil crimes foram cometidos na Suíça. Este é o número mais baixo desde 2009 e inclui os infratores suíços e estrangeiros.


Poucos requerentes de asilo foram acusados de cometer crimes, com uma queda de mais de 18% em relação a 2014. Pouco mais de 2.500 atos em 2015, valor mais baixo desde 2009.

No entanto, as violações da lei sobre os estrangeiros cresceram de quase 7%, especialmente relativas à entrada não autorizada e permanência no país.

As estatísticas da criminalidade também dão uma visão sobre a "frequência" de crimes cometidos em cidades suíças por 1.000 habitantes. As áreas urbanas mais "violentas" foram Friburgo (18,2 por mil habitantes), Basileia (13,2), Bienne (13,2), La Chaux-de-Fonds (12,9) e Neuchâtel (12,4). As cidades suíças com maior incidência de roubos foram Neuchâtel (16,3), Genebra (13,8) e Lausanne (12,5).

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo