Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Seis jogadores brasileiros disputam a Eurocopa 2008

Pepe, "o central de 30 milhões de euros" na equipe de Portugal.

(Reuters)

O futebol brasileiro está representado em cinco das 16 seleções da Eurocopa: Portugal, Espanha, Alemanha, Polônia e Turquia.

Além disso, a equipe portuguesa é comandada pelo técnico Luiz Felipe Scolari, que levou o Brasil ao penta em 2002.

O Brasil produz tantos craques que não há lugar para todos na seleção canarinho. Seis deles disputam a Eurocopa 2008 por outros países. Deco e Pepe integram a seleção de Portugal, comandada por Felipão.

Ainda há outros quatro brasileiros que foram convocados para o torneio na Suíça e na Áustria: Marcos Senna (Espanha), Kuranyi (Alemanha), Roger Guerreiro (Polônia) e Mehmet Aurélio (Turquia).

Pepe: "o central dos 30 milhões"

Képler Laveran Lima Ferreira (Pepe) iniciou a carreira no Corinthians de Alagoas, em sua cidade natal Maceió, e passou por diversos clubes de segunda classe em Portugal, antes de ganhar a Superliga 2005-2006 pelo Porto.

Em 2007, foi para o Real Madrid por 30 milhões de euros – uma das contratações mais caras da história do clube espanhol, depois de Zinedine Zidane, Luís Figo, Ronaldo, Arjen Robben e Nicolas Anelka.

Na Espanha, Pepe é chamado de "el central de los 30 millones", pelo fato de ser um dos zagueiros mais caros da história do futebol. Estreou na seleção portuguesa em 22 de novembro de 2007, na partida em que Portugal garantiu sua classificação para a Eurocopa contra a Finlândia (0 a 0).

Deco

Nascido em São Bernardo do Campo (SP), o meio-campista Anderson Luís de Souza, o Deco, iniciou sua carreira no futebol profissional em 1995-1996, quando atuou pelo Nacional de São Paulo e pelo Corinthians Alagoano (AL).

Depois passou pelo Benfica, Salgueiros e Porto, onde colecionou uma série de títulos entre 1999 e 2004. Após a Eurocopa 2004, foi para o Barcelona, formando um quarteto com Ronaldinho, Eto'o e Xavi e onde tem contrato até 2010, mas no momento se encontra na lista de cortes.

Por insistência de Felipão, Deco se naturalizou português em 2003 e estreou na seleção portuguesa em 29 de março de 2003, no Estádio das Antas (Porto), quando marcou o gol da primeira vitória de Portugal sobre o Brasil em 37 anos (2 a 1).

Kevin Kuranyi

O centroavante da seleção alemã Kevin Kuranyi nasceu no Rio de Janeiro, cresceu no Panamá e possui três nacionalidades: a brasileira, a panamenha e a alemã. Sua família é de origem húngara e viveu na Alemanha antes de emigrar para o Brasil.

Depois de atuar no Petrópolis Futebol Clube (RJ) e no Las Promesas do Panamá, em 1997 transferiu-se para o Stuttgart (clube da terra natal de seu pai), pelo qual foi vice-campeão alemão em 2003.

Desde a temporada 2005/2006 da Bundesliga joga no Schalke, onde tem contrato até 2010. Sua transferência rendeu 6,9 milhões de euros ao Stuttgart. Em 2007, foi novamente vice-campeão alemão.

Estreou na seleção em 29 de março 2003 (Alemanha 1 x 1 Lituânia), disputou a Eurocopa 2004 e a Copa das Confederações 2005, mas foi descartado pelo técnico Jürgen Klinsmann na Copa 2006. Voltou à seleção em 7 de fevereiro de 2007, quando a Alemanha derrotou a Suíça por 3 a 1.

Marcos Senna

O paulista Marcos Antônio Senna da Silva passou pelo Rio Branco (AC), América (SP), Corinthians, Juventude (PR) e São Caetano, antes de se transferir para o Villarreal, da Espanha, em 2002.

Meio-campista defensivo, ele tem dupla nacionalidade (brasileira e espanhola) e já defendeu a Espanha na Copa 2006. Em 2004, chegou a ser suspenso por três meses devido a um teste positivo de doping.

Na última temporada, Marcos Senna causou sensação com um gol ontológico marcado do meio-campo, na vitória de 1 a 0 do Villareal sobre o Bétis Sevilla (veja link).

Roger Guerreiro

Roger Guerreiro iniciou sua carreira em 2000 no São Caetano (SP), em sua cidade natal. De julho de 2002 até o final de 2003, jogou pelo Corinthians e, em seguida, atuou durante meio ano no Flamengo.

Na temporada 2004/2005, jogou pelo Celta de Vigo, na Espanha. Em 2006, transferiu-se do Juventude (PR) para o Legia Varsóvia, da primeira divisão polonesa (Ekstraklasa), onde passou de defensor a meio-campista.

Em 17 de abril deste ano, obteve a nacionalidade polonesa e foi logo pré-convocado pelo técnico holandês Leo Beenhakker para a Eurocopa 2008. É o primeiro estrangeiro na seleção da Polônia, onde volta a jogar na lateral-esquerda.

Mehmet Aurélio

Marco Aurélio Brito dos Prazeres, também conhecido como Mehmet Aurélio, jogou pelo Bangu, Flamengo e Olaria, antes de ir para o clube turco Trabzonspor, em 2001. Em 64 jogos pela equipe marcou 15 gols e conquistou a Copa da Turquia 2002/2003.

Na temporada seguinte, transferiu-se para o Fenerbahçe Istambul, treinado por Zico, onde já conquistou dois campeonatos nacionais

Naturalizou-se em 2006 e no mesmo ano estreou na seleção turca. Ele é o primeiro jogador não nascido na Turquia a integrar a seleção daquele país. Em 2007, foi eleito melhor jogador da equipe.

swissinfo, Geraldo Hoffmann

Mercenários do futebol

Os dez campeonatos nacionais mais representados na Eurocopa 2008:

Alemanha: 57 jogadores
Inglaterra: 43
Espanha: 41
Itália: 36
Rússia: 29
França: 24
Grécia: 22
Turquia: 17
Áustria: 16
Romênia: 13
Portugal: 13

Os dez clubes mais representados:

Lyon: 10 jogadores
Panathinaikos: 10
Bayern de Munique: 9
Barcelona: 8
Werder Bremen: 8
Galatasaray: 8
Real Madrid: 8
Arsenal: 7
Chelsea: 7
FC Zenit: 6
Hamburgo: 6
Steaua Bucareste: 6
Liverpool: 6

Fonte: Uefa

Aqui termina o infobox

×