Navigation

Sete bombeiros morrem em acidente

Bombeiros retiram o corpo de um dos colegas mortos no desabamento. Keystone

Suíça em luto: sete bombeiros morrem depois que uma lage de cimento de uma garagem em chamas desaba sobre suas cabeças.

Este conteúdo foi publicado em 29. novembro 2004 - 16:06

Acidente ocorreu no sábado em Gretzenbach, uma pequena cidade no cantão de Solothurn. Jornais suspeitam de falhas na construção.

Os corpos dos dois últimos bombeiros ainda desaparecidos foram encontrados só no domingo de madrugada pelas equipes de salvamento.

O acidente, ocorrido na manhã de sábado durante o desabamento de uma cobertura de cimento de uma garagem subterrânea em Gretzenbach, cantão de Solothurn, provocou a morte de sete bombeiros, que haviam sido chamados para apagar um incêndio.

A retirada dos corpos acabou sendo dificultada pelo fato dos bombeiros estarem presos entre blocos de concreto armado. Posteriormente as equipes utilizaram máquinas pesadas, como informou a polícia local.

No momento, especialistas estão tentando descobrir as causas da tragédia: incêndio de veículos ou problemas na estrutura da garagem subterrânea.

O incêndio ocorreu na manhã de sábado, logo após o desencadeamento do incêndio numa garagem subterrânea localizada num bairro residencial. O desabamento da cobertura de 30 metros quadrados ocorreu por volta das 7:30 da manhã.

“Onze bombeiros encontravam-se no momento dentro da construção para combater o incêndio”, revelou Paul Haus, comandante dos bombeiros de Schönenwerd. Três deles conseguiram sair ilesos dos escombros. O quarto foi retirado logo depois e levado para o hospital.

No momento de intervenção dos bombeiros locais, após o alerta dado às seis da manhã, três veículos pegavam fogo na garagem, afirmou Paul Haus.

Explosão

Uma hora e meia mais tarde ocorreu uma explosão e a cobertura de concreto desabou por inteira. Imediatamente o contato por rádio com os bombeiros foi cortado.

Mais de uma centena de pessoas, incluindo equipes do exército suíço, participaram dos trabalhos de salvamento e retirada dos escombros.

No início da tarde de sábado um veículo ainda estava em chamas. A fumaça saia por debaixo dos blocos de cimento. Segundo o porta-voz da polícia de Solothurn, Frank Wilhelm, a esperança de encontrar os bombeiros vivos foi diminuindo com o passar das horas.

O desabamento da cobertura da garagem subterrânea criou um buraco com quase três metros de profundidade. Somente com ajuda de britadeiras foi possível iniciar os trabalhos de retirada dos escombros e criar uma espécie de corredor.

Os bombeiros que participavam do salvamento dos seus colegas estavam aparelhados com máscaras e garrafas de oxigênio para uma hora de duração. Segundo o comandante, essas garrafas são utilizadas geralmente não mais do que 20 minutos.

Os habitantes dos 33 apartamentos localizados de frente para a garagem subterrânea foram evacuados e só puderam retornar às suas casas no domingo

swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?