Navigation

Governo suíço avalia as medidas anti-Covid nas escolas

Adolescente em uma escola do cantão dos Grisões realiza teste voluntário de corona no início deste mês Keystone / Gian Ehrenzeller

O governo suíço está considerando se deve ou não tornar mais rígidas as medidas anti-coronavírus para alunos mais velhos, de acordo com um relatório do jornal dominical NZZ am Sonntag. Enquanto isso, o debate sobre o fechamento de escolas continua, à medida que crescem as preocupações sobre as novas variantes do vírus.

Este conteúdo foi publicado em 18. janeiro 2021 - 12:20
Keystone-SDA/Sunday press/swissinfo.ch/ilj

Todas as escolas foram fechadas pelo governo durante a primeira onda da pandemia na primavera de 2020. Desde então, o governo suíço deixou a questão das escolas para os cantões, que são os encarregados dos assuntos educacionais na Suíça.

Ao contrário de outros países, as escolas estão atualmente abertas na Suíça, mas sob rigorosas medidas de higiene e máscaras a partir dos 12 anos de idade. As autoridades têm expressado repetidamente seu desejo de manter as escolas abertas.

Mas pode haver algum aperto de medidas à frente. De acordo com o NZZ am Sonntag, o departamento do Ministro do Interior Alain Berset pediu à Força-Tarefa Científica Nacional Covid-19 e à Conferência de Diretores de Educação Cantonal relatórios sobre as medidas de coronavírus nas escolas.

O artigo diz que a medida visa escolas acadêmicas de bacharelado (Gymnasium, em alemão, ou collège, lycée ou gymnase, nos cantões francófonos) e escolas profissionalizantes (a partir dos 15-16 anos), pelas quais o governo também tem alguma responsabilidade sob o sistema federal suíço. Em discussão: a alternância de meias aulas, o uso do ensino à distância e a interrupção de alguns cursos, como esportes.

As escolas primárias são de total responsabilidade dos cantões, e o governo só poderia intervir se houvesse uma "situação especial" oficial, como durante a primeira onda da pandemia, disse o Departamento Federal de Saúde Pública ao jornal.

Opinião dividida sobre os fechamentos

A opinião se divide entre os especialistas sobre se as escolas devem ser fechadas como nas vizinhas Áustria e Alemanha. A opinião oficial atual é que os alunos primários não são propulsores da pandemia e que os alunos desfavorecidos em particular seriam muito impactados pelo fechamento das escolas.

Entretanto, o recrudescimento das novas variantes do coronavírus preocupa as autoridades, e é o argumento principal para o semi-lockdown que começa na hoje (segunda-feira).

O epidemiologista Marcel Tanner da força-tarefa científica disse ao jornal SonntagsZeitung que os alunos mais velhos deveriam voltar ao ensino à distância. Ele recomendou mais testes de classes e até mesmo de escolas inteiras. Novos testes de saliva tornariam isto mais fácil para as escolas primárias, disse Tanner, mas ele é contra o fechamento de escolas primárias neste momento.

O especialista em educação Stefan Wolter - uma nova adição à força-tarefa - também era contra o fechamento de escolas, conforme declarou ao NZZ am Sonntag. Muitas vezes as escolas, com suas medidas sanitárias, são mais seguras do que fora, disse ele. Ele também apontou para os efeitos educacionais e psicológicos do fechamento das escolas.

Situação nas escolas

Uma pesquisa realizada entre 600 diretores de escola na parte de língua alemã da Suíça demonstrou que, em geral, as ausências por doença entre os alunos em janeiro não são mais altas do que o normal, apesar do coronavírus.

Mas no domingo, as autoridades do cantão do Ticino fecharam uma escola de ensino médio em Morbio Interiore devido a 13 casos de coronavírus, incluindo pelo menos dois da variante britânica - 500 alunos e 70 professores estão agora em quarentena.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.