A sociedade deve criar um terceiro gênero?

Mulheres, homens. O ser humano não é sempre o que vemos; sua identidade pode ser lida em vários níveis: o sexo, a identidade de gênero, a aparência e a orientação e práticas sexuais. Deve-se levar em conta essas particularidades?

Este conteúdo foi publicado em 23. janeiro 2013 - 11:00

Transgêneros e intersexos são minorias sexuais discriminadas porque não encontram seu lugar na sociedade. Desde 2011, os passaportes australianos têm três opções: mulher, homem e “X”. É o primeiro país do mundo que encontrou uma solução jurídica para os que se sentem entre dois. Esse modelo deve ser seguido?

Minorias sexuais

Para a ONU, os direitos das minorias sexuais fazem parte dos direitos humanos. Dessas minorias fazem parte, de um lado pessoas lésbicas, gays, bissexuais e trans (LGBT) e, de outro, as que apresentam variações do desenvolvimento sexual (interssexos). Mas essas pessoas não têm lugar no sistema jurídico e social.

 

TRANSSEXUALISMO: pessoas nascidas com um sexo biológico claro, mas que não se reconhecem nele e optam por uma transformação física através de tratamentos hormonais e cirúrgicos.

 

INTERSEXUALISMO: recém-nascidos em que os órgãos genitais não correspondem de maneira inequívoca a um sexo biológico. Por vezes pouco visíveis, essas variações se manifestam somente na puberdade. Certas pessoas recebem tratamentos de definição sexual precoces.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo