Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça aboliu pena de morte militar há 10 anos

Até 1992, a pena de morte era prevista no Código Penal Militar suíço, em caso de traição ao país.

Alguns deputados queriam mantê-la para casos colocasse em perigo a existência do país.

Durante a Segunda Guerra Mundial, 17 pessoas foram fusiladas na Suíça por traição. A última execução foi em 1944.

O último civil a que foi aplicada a pena capital foi um suíço de 32 anos, enforcado em 1940 no cantão de Obwalden, condenado por ter assassinado três pessoas. Em 1942, a pena de morte foi abolida do Código Penal. Foi mantida até 1992 no Código Penal Militar.

swissinfo

×