Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça oferece observadores na fronteira libanesa

À espera da paz em Jerusalém

(Keystone)

"A Suíça está disposta a participar do processo de pacificação ... e poderia enviar observadores para a fronteira entre Israel e Líbano". A proposta é da ministra do Interior, Ruth Dreiffus, em visita de 4 dias a Israel e os territórios ocupados.

A Suíça poderia "eventualmente" enviar observadores à fronteira israelo-libanesa e, assim, participar do processo de pacificação. A idéia foi lançada pela ministra do Interior, Ruth Dreiffus, em viagem de 4 dias a Israel e aos territórios palestinos ocupados. Há observadores suíços em Hebron, na Cisjordânia, e na região do Golã, na Síria.

Questionada sobre a hipótese da Suíça reconhecer um futuro Estado palestino, Dreiffus respondeu que "a Suíça tem relações diplomáticas com todos os países que assumem responsabilidades em um território".

No final de semana, Ruth Dreiffus vai se reunir com o ministro palestino da Planificação Econômica, Nabil Sha'ath. Ambos vão tratar de projetos de desenvolvimento na Cisjordânia e na Faixa de Gaza. "A Suíça pretende ajudar as autoridades palestinas a montar estruturas duradouras", afirmou Dreiffus.

A ministra do Interior afirmou ainda que são ótimas as relações com Israel atualmente. Dreiffus receberá dois títulos "honoris causa" das univesidades israelenses de Haïfa e Jerusalém, pelo compromisso com a questão feminina e pela luta contra o racismo e o antisemitismo.

swissinfo com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.