Navigation

Tecnologia suíça poderá equipar foguetes russos

Técnicos trabalham no satélite Cluster em Baikonur, Cazaquistão. EPA Photo / EPA POOL / Yuri Kochetkov

A empresa suíça Contraves Space, de Zurique, estuda uma maneira de adaptar um de seus produtos aos foguetes russos Soyouz. Ela já produz o "nariz" dos foguetes europeus Ariane 4 e quer patronizá-los para vendê-los também aos russos.

Este conteúdo foi publicado em 09. agosto 2000 - 12:41

A decisão será tomada em outubro e, se for favorável, os foguetes Soyouz passarão a ter também tecnologia suíça. Os 1630 foguetes Soyouz lançados até agora eram inteiramente de fabricação russa.

Dois anos atrás, a empresa européia Starsem passou a comercializar os foguetes russos, e os lançamentos de satélites, no mercado mundial e decidiu modernizá-los. Como a empresa suíça já fornece a "capa" dos foguetes europeus Ariane 4, a Starsem encomendou o estudo de adaptação da peça para os foguetes Soyouz.

Segundo especialistas, o "nariz" produzido em Zurique daria aos Soyouz maior estabilidade no lançamento e maior precisão nas órbitas. O primeiro vôo do novo Soyouz batizado de ST estão previstos dentro de um ano.

Swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?