Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Autenticidade O tradicional chalé suíço é alemão

O ícone máximo da Suíça - o chalé de madeira esculpida com varandas - na verdade, foi uma criação importada de arquitetos estrangeiros, revela um pesquisador suíço.



O clássico chalé suíço pode ter raízes estrangeiras - assim como o relógio cuco

O clássico chalé suíço pode ter raízes estrangeiras - assim como o relógio cuco

(Keystone)

O chalé em "estilo suíço" evoca a vida simples dos Alpes, um cenário de cartão postal com vacas, queijo e relógios. No entanto, um doutorando suíço em arquitetura descobriu que a pitoresca casinha de madeira foi inventada por arquitetos estrangeiros, principalmente alemães, no século XIX.

"O surgimento de um estilo suíço de construção de madeira foi acompanhado por um ponto de viragem distinto no engajamento do país por uma arquitetura nacional. Os arquitetos que haviam recebido um ensino politécnico começaram a pesquisar as formas tradicionais de trabalhar a madeira", conta Daniel Stockhammer, pesquisador da Escola Politécnica Federal de Zurique, a ETH Zurich. "O estilo suíço existia no exterior antes de ser conhecido aqui."

O estilo teria sido concebido para atrair os viajantes alpinos, argumenta Stockhammer em sua tese, apresentada na revista Horizons do Fundo Nacional Suíço de Pesquisa Científica.

Não seria a primeira vez que os suíços ganham o crédito de uma invenção alemã.

Alguns turistas ainda consideram que um relógio cuco é a melhor lembrança da Suíça e muitas lojas de souvenires não querem que esses turistas vão embora desapontados - ou de mãos vazias.

Mas para a surpresa deles, a Suíça não é de fato o berço do relógio cuco. Essa honra vai para a região da Floresta Negra, no sul da Alemanha.



swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

swissinfo.ch com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×