Orell Füssli - a gráfica suíça de 500 anos

Orell Füssli Gruppe

A gráfica suíça que começou fazendo Bíblias há meio milênio agora ganha dinheiro... fazendo dinheiro.

Este conteúdo foi publicado em 17. abril 2019 - 14:16

Quinhentos anos atrás, enquanto portugueses e espanhóis dividiam o mundo entre eles, Michelangelo pintava afrescos em Florença e a Reforma acontecia em Zurique.

As novas notas suíças de dez francos também são impressas por Orell Füssli Dominic Büttner / Orell Füssli Verlag

Mas novas ideias precisam de um meio para alcançar novos públicos, e é aí que entra Orell Füssli. Christoph Froschauer, um bávaro, viu a oportunidade e assumiu a pequena empresa com sede em Zurique, baseando seu sucesso inicial nas edições impressas da Bíblia de Zurique.

Cinco séculos depois, os negócios continuam indo bem, embora a empresa tenha se diversificado. Como líder de mercado em impressão de segurança, Orell Füssli tem agora um contrato com o Banco Central Suíço para produzir notas à prova de falsificação; a empresa também imprime os passaportes suíços.

A famosa Bíblia de Zurique, impressa pela primeira vez por Orell Füssli Keystone

E, no entanto, o que perdurou ao longo dos séculos são os seus livros. Em sua vida, o próprio Froschauer presidiu a publicação de cerca de 700 títulos, alguns dos quais podem ser vistos em uma exposição atual no Landesmuseum de Zurique (até 22 de abril).

O site de Orell Füssli atualmente oferece oito milhões de títulos que podem ser encomendados, enquanto uma rede de 35 lojas vendem livros, videogames e outros itens em toda a Suíça de língua alemã.

Sede da Orell Füssli em Zurique Keystone/ennio Leanza

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo