Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Mobilidade sustentável Bicicleta de carga; mais barato, mais rápido e mais ecológico

Levar as crianças na creche, transportar as compras, entregar pão ou queijo aos clientes. A bicicleta de carga é cada vez mais visível nos centros urbanos. O progresso técnico das bicicletas e a propulsão elétrica estimulam ainda mais essa tendência, sobretudo na Suíça, onde tem muita subida a enfrentar.

Livraison de fromage en vélo-cargo dans la ville de Berne.

Nas ruas de Berna, capital suíça, um entregador de queijo já chamou a atenção da objetiva de turistas.

(swissinfo.ch)

Nas ruas de Berna, capital suíça, as bicicletas de carga ainda são exceção e não a regra, mas cada vez mais gente as utiliza para transportar. Alguns exemplos :

Sohan Lal emprega esse tipo veículo como rickshaw para transportar turistas pelas ruas de Berna. No final do ano, ele partirá de Berna para Nova Deli em um projeto caritativo.

Rikscha-Fahrer in der Altstadt von Bern

Sohan Lal transporte seus passageiros utilizando seus músculos e uma bateria elétrica.  

(swissinfo.ch)

Com suas biciletas de carga, Simone Zuber e Lina Hofer fazem publicidade para “Hallo Velo”, primeiro festival de bicicleta de Berna, que ocorreu em 6 de agosto. 

Simone Luder et Lina Hofer des leurs vélos-cargos.

A bicicleta de carga também pode ser um bom suporte publicitário. 

(swissinfo.ch)

Andreas Tanner transporta várias vezes por semana Linus, seu filho de dois anos na caixa instalada na frente de sua bicicleta de carga. Há seis semanas, ele e a mulher dele preferiram comprar – por 6.000 francos – uma bicicleta elétrica no lugar de um segundo carro. Já rodaram mais de 500 km para fazer compras, levar o filho na creche e ir trabalhar. Em relação ao automóvel, é mais ecológico, mais barato, mais rápido no trânsito e mais fácil de estacionar. Durante o trajeto, o pai ou a mãe estão sempre de olho em Linus porque a caixa fica na frente, entre o guidão e a roda da frente, e não atrás no bagageiro, como ainda muita gente faz.

Andreas Tanner et son fils sur un vélo-cargo.

O pai e o filho aproveitam do trajeto, mesmo quando chove.

(swissinfo.ch)

“Eu não queria voltar atrás pelo menos a médio prazo” afirma Andreas Tanner, que testou diferentes modelos de bicicleta de transporte antes de comprar. Existe também uma plataforma que divide bicicletas de transporte, uma associação entre o Turing Club Suíço e uma rede de supermercados. Ela já existe em 20 cidades e aluga bicicletas de transporte, pela internet.

Suíça país da bicicleta

Elas já faziam parte há muito tempo da paisagem em cidades como Copenhague ou Amsterdã. As bicicletas de carga começam a ser cada vez mais vistas também nas cidades suíças. O desenvolvimento rápido da tecnologia da propulsão elétrica incentivou as vendas em um país como a Suíça, onde as cidades planas são raras. Em 2016, quase um quarto das 324.5821 bicicletas vendidas na Suíça eram elétricas. Atualmente, maks 400.000 bicicletas elétricas estão em circulação. As bicicletas de carga são um nicho de mercado. As vendas ainda são contabilizadas separadamente nas estatística de venda, indica Marti Platter, da associação dos fornecedores de bicicletas (velosuisse). Ele confirma que a tecnologia elétrica também dopou a venda de bicicletas de carga.


Adaptação: Claudinê Gonçalves

×