Perspectivas suíças em 10 idiomas

Nestlé continua sendo a marca suíça mais valiosa

imagem
Logotipo da Nestlé SA, a maior empresa de alimentos do mundo, em sua sede em Vevey, Suíça. Keystone/Laurent Gillieron

A Nestlé tem um valor de marca de pouco mais de CHF 18,5 bilhões (US$ 20,7 bilhões), informou a consultoria de avaliação de marcas Brand Finance, sediada em Londres, em sua última classificação na quinta-feira. Isso significa que a empresa permanece no topo das 50 marcas suíças mais valiosas.

No entanto, em comparação com o ano anterior, a Nestlé perdeu 13% – ou cerca de CHF2 bilhões – em valor de marca, de acordo com o comunicado à imprensa. A razão dada para a queda do valor da marca foram as condições macroeconômicas desfavoráveis.

Como no ano anterior, a Brand Finance classificou a fabricante de relógios Rolex como a segunda marca mais valiosa da Suíça. Estima-se que seu valor de marca tenha aumentado para CHF 12,3 bilhões, com o aumento devido principalmente a previsões de vendas mais altas.

Mostrar mais

O banco UBS ficou em terceiro lugar no pódio, com um valor de marca de CHF 10,9 bilhões. “Embora a aquisição do Credit Suisse tenha feito com que uma marca estabelecida, mas controversa, desaparecesse de cena, isso ofereceu à marca UBS uma perspectiva favorável que levou a um alto crescimento em valor”, afirmou o relatório.

Zurich supera a Roche

Houve uma mudança no quarto e quinto lugares: de acordo com o relatório, o grupo de seguros Zurich aumentou seu valor de marca em mais de um quarto e agora ocupa o quarto lugar na classificação, depois de ocupar o quinto lugar no ano anterior. A Zurich foi a marca de crescimento mais rápido. “O crescente sucesso internacional da seguradora, particularmente na região da Ásia-Pacífico e sua entrada no mercado indiano, certamente desempenham um papel no crescimento do valor da marca”, disse a Brand Finance.

A empresa farmacêutica Roche, que estava em quarto lugar no ano passado, foi empurrada para o quinto lugar. De acordo com o comunicado de imprensa, os outros lugares entre os dez primeiros são ocupados pela Swisscom, com um valor de marca de CHF 6 bilhões, Glencore, com CHF 5,3 bilhões, Swiss Re, com CHF 5,1 bilhões, ABB, com CHF 5 bilhões e Nescafé, com CHF 4 bilhões.

(Adaptação: Fernando Hirschy)

Mostrar mais
Conteúdo externo
Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Quase terminado… Nós precisamos confirmar o seu endereço e-mail. Para finalizar o processo de inscrição, clique por favor no link do e-mail enviado por nós há pouco
Notícias diárias

Receba as notícias mais importantes da Suíça em sua caixa postal eletrônica.

Diariamente

A política de privacidade da SRG SSR oferece informações adicionais sobre o processamento de dados. 

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

Notícias

aeroporto

Mostrar mais

Aeroporto de Genebra cobrará taxa de atraso em 2025

Este conteúdo foi publicado em O Aeroporto de Genebra pretende lançar um sistema de cotas de poluição sonora no próximo ano. Os voos que partirem após as 22h terão que pagar uma taxa.

ler mais Aeroporto de Genebra cobrará taxa de atraso em 2025
imagem

Mostrar mais

Suíços não se preocupam em perder empregos para a IA

Este conteúdo foi publicado em A inteligência artificial (IA) está influenciando a vida profissional cotidiana. Na Suíça, muitas pessoas já têm experiência com IA, inclusive em seus empregos.

ler mais Suíços não se preocupam em perder empregos para a IA

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR