Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Ranking de universidades suíças é publicado

swissUp publica classificação de universidades suíças.

(Keystone Archive)

As universidades suíças não são iguais. Elas também competem entre si para oferecer os melhores cursos.

swissUp, empresa privada voltada para a educação, realiza pela segunda vez classificação de universidades suíças.

O ranking foi realizado através de números fornecidos pelo Departamento Federal de Estatísticas e também através de pesquisas de opinião. Ao todo 3500 estudantes foram questionados sobre suas universidades. Carca 137 mil jovens freqüentam o ensino superior na Suíça.

Seis critérios foram utilizados na pesquisa: índice materiais (percentagem de aluno/professor, número de salas de aulas, espaço físico, etc), atratividade da instituição, preparação para o futuro emprego, qualidade dos professores (número de professores com título de doutorado, etc), quantidade de subsídios públicos dados para a pesquisa e satisfação geral.

St. Gallen: melhor em administração e economia.

Em alguns casos, a classificação confirma a fama que algumas instiuições já dispõem. Um desses casos é a Universidade de St. Gallen, considerada o melhor lugar para se estudar economia e administração de empresas. Nessa área a universidade recebeu a nota 10, a mais elevada, acompanhada logo depois pela Universidade de Lausanne.

Zurique: melhor em ciências exatas

Em arquitetura, informática e ciências exatas e naturais (matemática, biologia, física, etc), as universidades melhores colocadas foram os Institutos Politécnicos de Zurique e Lausanne.
"Esses resultados podem ser explicados pelo fato dessas universidades serem muito bem aparelhadas", explica Madeleine von Holzen, chefe da swissUp.

Porém a pesquisa também trouxe surpresas: a Universidade de Genebra recebeu notas, qualificadas pela swissUp de "impressionantes", em medicina e farmácia. "Essa instituição foi muito bem classificada, pois nos últimos anos, viveu um processo forte de modernização", afirma Holzen.

Outra surpresa : é em Lucerna que os estudantes estão mais satisfeitos com a qualidade dos professores e dos cursos de Direito. Com 10 pontos, Lucerna precede Neuchâtel (8 pontos) e Lausanne (com apenas 6.5).

Algumas instituições não foram tão bem colocadas. Na Universidade do Ticino, ou seja, a terra do famoso arquiteto (e mestre) Mario Botta, os estudantes não estão contentes com os cursos de arquitetura. Nesse setor, as escolas politécnicas - de Zurique e Lausanne - são consideradas melhores.

A cada um seus critérios

Essa classificação está endereçada primeiramente aos estudantes que querem escolher uma universidade. Os critérios são múltiplos e permitem a cada um fazer melhor opção, segundo as próprias preferências.

Por exemplo, em direito, um estudante pode ser levado a escolher Lucerna se privilegiar a qualidade do ensino. Mas pode também optar por Genebra, que dispõe de melhores condições. Friburgo é mais atraente e St.Gallen prepara melhor o aluno para seu futuro emprego.

swissinfo/Olivier Pauchard

Breves

swissUp é uma empresa fundada em junho de 2000.
Presidente: Daniel Borel, co-fundador da Logitech.
swissUp é apoiada por empresas, fundações e pessoas preocupadas com a qualidade da formação universitária na Suíça.
Empresas que apóiam: Novartis, Credit Suisse, Sandoz e outras.

Aqui termina o infobox


Links

×