Navigation

Trump irá participar do Fórum Econômico Mundial na Suíça

O presidente dos EUA, Donald Trump, planeja participar da reunião anual do Fórum Econômico Mundial (WEF) na estação de esqui suíça de Davos neste mês.

Este conteúdo foi publicado em 09. janeiro 2020 - 10:10
Será a primeira viagem de Trump fora dos EUA desde que se tornou o terceiro presidente americano a ser alvo de um impeachment Keystone

A secretária de imprensa da Casa Branca, Stephanie Grisham, confirmou na quarta-feira (8) que Trump participará do fórum anual, que atrai personalidades ricas, de alto nível empresarial e políticos, além de acadêmicos e outros líderes da sociedade. 

Trump anunciou na virada do ano que o Secretário do Tesouro Steven Mnuchin liderará uma delegação ao WEFLink externo de 20 a 24 de janeiro, que incluirá os secretários de comércio, trabalho e transporte e o representante comercial dos EUA. 

O presidente americano também nomeou sua filha, Ivanka Trump, e seu marido, Jared Kushner, ambos conselheiros seniores da Casa Branca, para fazer parte da delegação. 

Impeachment e reeleição 

A vinda de Trump em Davos em 21 e 22 de janeiro marcará sua primeira incursão no cenário mundial desde que ele autorizou os militares norte-americanos a matar o principal comandante militar do Irã

Será também a primeira viagem de Trump fora dos EUA desde que se tornou o terceiro presidente americano a ser alvo de um processo de impeachment, e o primeiro a levar essa marca para uma campanha de reeleição. 

Trump estará na reunião cerca de duas semanas antes dos primeiros turnos de votação no processo para determinar o seu adversário democrata nas eleições de novembro. 

A Câmara, controlada pelos democratas, impugnou o presidente republicano por abuso de poder e obstrução ao Congresso por causa das suas relações com a Ucrânia. Trump aguarda um julgamento no Senado, majoritariamente republicano, que não se espera que vote para retirá-lo do cargo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.