Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Luzes, câmera, inação Cinemas suíços registram mais filmes e menos espectadores

On the set of 'Wolkenbruchs wunderliche Reise in die Arme einer Schickse'

Still da filmagem do filme suíço mais assistido em 2018, "Wolkenbruchs wunderliche Reise in die Arme einer Schickse" (A maravilhosa jornada de Wolkenbruch nos braços de uma Schiksa - mulher não judia, em íidiche). Joel Basman faz o papel de um jovem judeu ortodoxo de Zurique que se apaixona por uma colega da universidade.

(Keystone)

Como mudaram os seus hábitos de cinema ao longo dos últimos anos? Se você é como a maioria das pessoas na Suíça, você está indo com menos frequência - entre uma e duas vezes por ano - e, quando você vai, acaba em um multiplex assistindo um filme americano.

Embora o número de salas de cinema na Suíça tenha diminuído para metade desde 1960, o número de salas manteve-se em cerca de 600 (depois de uma queda nos anos 80), segundo revelou o relatório de 2019 do Depto. Federal de Estatísticas sobre cinemas na SuíçaLink externo na quinta-feira.

Gráfico com a evolução do consumo de cinema desde 1930
(Kai Reusser / swissinfo.ch)

Isso se explica pelo crescimento de multiplexes com telas menores. Nos últimos 60 anos, cerca de 70% das salas de cinema com uma única sala fecharam suas portas.

O número de filmes exibidos nos cinemas suíços duplicou desde meados da década de 1990 para pouco mais de 2.000 em 2018 - voltando aos níveis de finais da década de 1980 -, mas os filmes ficam bem menos tempo em cartaz.

Apesar desse aumento na escolha, menos pessoas estão optando pela experiência do telão. O número de entradas no cinema diminuiu de 21 milhões em 1980 para menos de 12 milhões em 2018.

Este número é de apenas 1,4 bilhetes vendidos por pessoa no ano passado, contra 3,3 em 1980. No entanto, as pessoas na Suíça francófona são as que mais se dirigem aos cinemas (1,9 vezes por ano), enquanto que as da parte de língua italiana vão menos de uma vez por ano (0,8).

Isso coloca a Suíça no meio do ranking europeu, atrás da França (3), Grã-Bretanha (2,7) e Itália (1,5), mas à frente da Alemanha (1,3). Os islandeses, presumivelmente à procura de um lugar quente, compram uma média de quatro bilhetes de cinema por ano.

Bilheterias fracas

O que é que os suíços estão assistindo? Dos 2.073 filmes exibidos em cinemas suíços no ano passado, cerca de 930 foram realizados na UE, 500 nos Estados Unidos, 330 na Suíça e 310 noutros países.

No entanto, os filmes americanos geraram dois terços das bilheterias, em comparação com 23% para os filmes da UE e apenas 6% para os filmes suíços. Dos 25 filmes mais assistidos no ano passadoLink externo, apenas quatro não eram americanos.

Em outras palavras, há mais filmes suíços chegando às salas de cinema do que nunca - três vezes mais do que em 1995 -, mas a maioria tem apenas algumas projeções e pouca visibilidade.

Esses números têm se mantido mais ou menos estáveis desde meados da década de 1990, com os filmes suíços lutando para repetir sua participação de mercado cujo recorde deu-se em 2006Link externo. Um desenvolvimento, no entanto, é que, enquanto nos "anos dourados" de 2003-2006 os filmes suíços de língua alemã foram os principais responsáveis pelo sucesso geral, as vendas de ingressos para os filmes suíços estão agora mais uniformemente distribuídas pelas regiões linguísticas do país, com os filmes suíços de língua italiana, em particular, melhorando na bilheteria.


swissinfo.ch/ets

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.