Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Tradições suíças O fabricante de corneta alpina

Thomas Eichenberger começou a fabricar a corneta alpina em 1996. Ele sempre foi fascinado pela possibilidade de tocar melodias com tons naturais. 

O sonho de fabricar a sua própria corneta alpina já existia quando era aprendiz. Em 2012, esse marceneiro aprendeu com um artesão aposentado, Walter Lussi, a arte de fabricar esses instrumentos tipicamente suíços.

A corneta alpina foi por muito tempo um instrumento dos pastores. Elas eram utilizados para chamar as vacas de volta ao estábulo quando elas pastavam nas montanhas para fazer a ordenha. O primeiro registro histórico do instrumento é de 1527 através de uma cobrança.

Outra utilização da corneta alpina era nas preces noturnas, especialmente nos cantões protestantes. Mas na prática, muitos camponeses utilizavam o instrumento para se comunicar com as pessoas que estavam nos vales. 

A corneta alpina foi quase esquecida no século 18. Nessa época era utilizada por camponeses empobrecidos nas cidades para ganhar algum dinheiro e acabou sendo vista como um instrumento de moradores de rua. Porém com a chegada do Romantismo, muitos turistas passaram a consumir o folclore das montanhas. Hoje a corneta alpina é vista como um dos símbolos da Suíça, assim como o queijo, chocolate e as flores alpinas.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.