Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

2.3 milhões para quadro de Valloton

"Pôr-do-sol" de 1911

(Keystone)

Em leilão realizado em Zurique, "Coucher de Soleil" de Félix Valloton foi vendido por 2.36 milhões de francos - cerca de 1.4 milhões de dólares. Um recorde. Outros artistas suíços saíram também valorizados...

Um novo recorde mundial para obra do pintor suíço Félix Valloton, nascido em 1865 em Lausanne e falecido em 1925 em Pari. Seu "pôr-do-Sol" foi vendido pela casa de leilões Sotheby's, em Zurique, por quatro vezes seu preço de base.

O quadro foi realizado em Honfleur, oeste da França no período do verão de 1911.

Associado ao grupo nabi (pós-impressionista), Valloton é autor de "mordentes gravuras em madeira e telas ao mesmo tempo realistas e audaciosamente estilizadas" (Larousse).

No mesmo leilão, confirmou-se a importância de Ferdinand Hodler (1853-1918) na pintura suíça. Seu quadro retratando imposante paisagem alpina, o "Der Mönch im Morgenlicht" (o pico Mönch na aurora), também pintado em 1911, mudou de dono pela soma de 2.3 milhões de francos.

Vale destacar que no leilão de segunda-feira à noite em Zurique "Le Bois d'Amour" (bosque de amor) de Cuno Amiet (1868-1961) foi vendido por Fr. 826 mil.

swissinfo com agências.


Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.