Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

25 anos sem Charles Chaplin

Charles Chaplin em "O emigrante", de 1917 (Moderntimes.com)

(swissinfo.ch)

Se o século XX foi o século do cinema, Chaplin foi a grande figura da história da sétima arte.

Depois de uma vida agitada nos EUA, vítima de perseguições políticas, Chaplin passou os últimos 25 anos de sua vida na Suíça, onde morreu na madrugada de um dia de natal.

Cavalheiro de triste figura, mescla de Don Quixote e Sancho Pança, o Carlitos de Charles Chaplin é, e provavelmente ainda será por muito tempo, o personagem mais conhecido do cinema.

Chaplin sabia tudo de cinema e deixou quase 80 filmes. Escrevia os roteiros, dirigia, atuava, montava e compunha as músicas que utilizava nas trilhas sonoras.

Palhaço e compositor

Personagem complexo, Chaplin é a melancólica representação da impotência disfarçada de dignidade e da ternura inconformista. Capaz de roubar o sanduiche de um garoto e de calcular o pontapé no trazeiro de uma mulher, com Chaplin também começou a comédia dos tempos modernos, com o homem prisioneiro da fábrica e do tempo.

Dimitri, o mais famoso dos mímicos suíços, afirma que teve a grande sorte de conhecer Chaplin pessoalmente, quando este ia vê-lo ao final dos espetáculos de circo.

"Como palhaço, foi com ele que mais aprendi porque ele era o mais poético", recorda Dimitri. "Também tinha uma grande admiração por ele porque, além de bom ator, ele era compositor, sabia escrever música".

Chaplin foi o único capaz de fazer rir e chorar ao mesmo tempo, demonstrando que é possível sorrir com lágrimas e denunciar as injustiças com o riso.

Festival e Museu

Depois de uma fase de grande sucesso nos Estados Unidos, Chaplin foi perseguido e acusado de esquerdismo, na época do marcartismo. Trocou a América pela Suíça, onde passou os últimos 25 anos de sua vida.

Longe dos bairros miseráveis de Londres onde passou sua infância, Charles Spencer Chaplin morreu aos 88 anos em sua casa, perto de Vevey, à margem do lago Léman, na noite de 24 para 25 de dezembro de 1977.

Como nos filmes macabros, 3 meses depois do enterro seu túmulo foi profanado por seqüestradores que queriam extorquir a família Chaplin, herdeira de uma grande fortuna.

Herdeiros de Chaplin ainda vivem em Vevey e discutem a possibilidade de criar um parque e um museu na propriedade onde viveu o genial pai de Carlitos.

swissinfo/Jaime Ortega

Breves

- Charles Chaplin passou a infância num bairro pobre de Londres

- Foi ator, diretor, cenarista e compositor das trilhas sonhoras de seus mais de 80 filmes

- Depois de famoso, sofreu perseguição política e foi acusado de esquerdismo nos Estados Unidos

- Passou os últimos 25 anos de sua vida na Suíça

- Por onde costuma passear em Vevey, existe uma estádua dele, em bronze, olhando para o lago Léman.

Aqui termina o infobox


Links

×