Navigation

Descoberta cria de cágado europeu

Getty Images/Pablo Blazquez Dominguez


Três pequenas tartarugas de lagoa (Emys orbicularis, ou cágado europeu) foram encontradas no cantão de Genebra. Elas são as primeiras crias a aparecer na Suíça desde que a espécie foi re-incubada na natureza, em 2010.

Este conteúdo foi publicado em 07. novembro 2017 - 14:59

As pequenas tartarugas foram encontradas no Bosque de Jussy no verão passado, informou recentemente a revista "Tierwelt". Seus ovos foram fecundados provavelmente no outono de 2016, confirmou Andreas Meyer, do departamento de Répteis da Agência Nacional de Répteis e Anfíbios (karch).

O cágado europeu é uma espécie protegida na Suíça. Está na chamada Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas. O Emys orbicularis orbicularis é uma subespécie do cágado europeu que costumava habitar a Suíça, ao norte dos Alpes.

Repovoamento

O projeto de reassentamento para o cágado europeu (Emys orbicularis orbicularis), que já foi nativo da Suíça, vem sendo feito há vários anos. As tartarugas foram lançadas em 2010 e 2011 no Bosque de Jussy de Genebra, e em 2013 e 2015 no cantão de Neuchâtel. Reassentamentos também são planejados no cantão do Ticino, mas ainda não foram implementados.

O reassentamento dos animais dessa subespécie é também feito por razões de proteção ambiental, disse Meyer. Por serem melhor adaptados às condições locais, "eles provavelmente se reproduzirão naturalmente".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.