Navigation

Designs punks, tecidos suíços: Vivienne Westwood faz 80 anos

Desfile da marca Red Label de Vivienne Westwood durante a London Fashion Week, outono/inverno (europeu) 2013-14. 2013 Getty Images

A estilista britânica Vivienne Westwood é a grande responsável por trazer a moda punk e new wave para o grande público durante os anos 70. Hoje, ao completar 80 anos, ela continua sendo a rainha da moda punk - embora tenha trocado os alfinetes por tecidos suíços.

Este conteúdo foi publicado em 08. abril 2021 - 16:37

Westwood chamou a atenção do público pela primeira vez no início dos anos 70, ao criar as roupas para a famigerada butique SEX, na King's Road de Londres. A SEX pertencia ao seu namorado de então, Malcolm McLaren, que foi o primeiro empresário da banda Sex Pistols, que detonou o punk rock na Inglaterra em 1976.
 

Malcolm McLaren e Vivienne Westwood em 1978. Alamy Stock Photo

Westwood abriria quatro lojas em Londres antes de eventualmente se expandir pelo Reino Unido e pelo mundo, vendendo uma gama cada vez mais variada de artigos, alguns dos quais promoviam causas políticas como a Campanha pelo Desarmamento Nuclear, ativismo contra as mudanças climáticas e vários grupos de direitos civis.

Modelos confraternizam com a estilista Vivienne Westwood após seu desfile em Nova York, em 2000. Reuters / Reuters Photographer

Expertise suíça, punk britânico

No início de sua carreira, a estilista pode ter usado apenas alguns alfinetes de segurança e canetas de feltro para desenhar e grafitar seus desenhos rebeldes, mas ao longo dos anos ela se tornou uma astuta mulher de negócios conhecida em todo o mundo. Um faro para os têxteis também a levou à expertise dos premiados designers de tecidos na Suíça, onde ela obteria os tecidos para seus designs de alta costura.

Modelito da estilista britânica Vivienne Westwood para a sua marca Red Label, coleção primavera/verão 1998 Afp / Paul Vicente

Uma dessas empresas, que produz tecidos de alta qualidade há mais de cem anos, é a Jakob Schlaepfer. De suas instalações em St Gallen, ela tem fornecido o mundo da moda  com materiais criativos e marcantes tanto para os mercados de alta costura quanto para os de 'prêt-à-porter' de alta qualidade. O antigo diretor de criação da Schlaepfer, Martin LeutholdLink externo, também projetou tecidos para as criações de Westwood e os dois se tornaram bem próximos - diz-se que Westwood foi a única pessoa a quem ele confessou seus planos de aposentadoria da empresa há três anos.

Diz-se também que outros jovens designers suíços tiveram a honra de trabalhar para Westwood; Sandro SchwyzerLink externo, que a conheceu enquanto vivia em Londres, e mais recentemente a estilista Julia SeemannLink externo, baseada em Zurique, que fez um estágio com a grande dama britânica da alta costura punk.

Artigos citados

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.