Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Friburgo festeja São Nicolau

São Nicolau conduz durante a noite o cortejo até a catedral de Friburgo.

(st-nicolas 2005)

São Nicolau toma conta de Friburgo nesse sábado. Mais de vinte mil pessoas são esperadas para o centésimo aniversário do cortejo religioso que domina a festa.

Os festejos de São Nicolau são uma característica de Friburgo e outros cantões católicos na Suíça, assim como na parte germânica da Europa. Muitos o confundem com Papai Noel.

O cortejo de São Nicolau é uma verdadeira instituição em Friburgo, cidade da qual o santo é patrono. A cada ano, no primeiro sábado de dezembro, ele participa do cortejo que vai do Colégio de St. Michel até a catedral batizada com seu nome, onde um discurso é pronunciado.

Mais de 20 mil participantes costumam participar do cortejo. Esse número faz com que São Nicolau de Friburgo seja uma das festas mais importantes da Suíça, competindo com o carnaval da Basiléia e a festa zuriquenha do Böögg, em 21 de março, quando a tradição manda queimar bonecos do inverno.

O protetor das crianças

O São Nicolau é um personagem histórico. Como bispo de Myre (Anatólia, Turquia), ele participou do Concílio de Nicéia em 325 d.C. Logo após a conquista de Myre pelos muçulmanos, suas relíquias foram transportadas para Bari, no sul da Itália, onde elas estão até os dias de hoje.

Pelo grande número de viagens pastorais que participou em vida, São Nicolau virou patrono dos navegadores. Pela mesma razão ele foi designado patrono de Friburgo: na Idade Média muitos navegadores saíam dessa cidade, famosa na época pela sua produção de artigos de couro e panos.

Porém São Nicolau é também um personagem cercado de lendas. Uma delas diz que ele ressuscitou três crianças que haviam sido assassinadas e salgadas por um açougueiro. Desde então ele também virou o protetor das crianças e o patrono dos...açougueiros.

- Isso corresponde à uma necessidade de expressão da fé. Existia na época uma vontade real de acreditar em alguém que protegesse as crianças da violência dos adultos e São Nicolau era uma resposta a isso - explica Nicolas Betticher, chanceler e porta-voz da diocese de Lausanne, Genebra e Friburgo.

- São Nicolau é um personagem amplamente aceito pela população. Afinal, ele tem um papel bem definido na sociedade, o de proteger as corporações - os navegadores - e as famílias - as crianças.

Alegria infantil

Se a ressurreição das três crianças graças a São Nicolau parece duvidosa, seu cortejo em Friburgo é um evento mais do que real.

Devido os distúrbios, o evento havia sido suprimido pelas autoridades em 1763. Porém os alunos do Colégio de St. Michel relançaram a tradição em 1906.

- A festa de São Nicolau foi sempre celebrada pelos alunos do internato - conta Nicolas Renevey, ex-reitor do estabelecimento.

- Ela era uma festa privada, onde os alunos externos eram excluídos. Em 1906, uma dezena de internos decidiu fazer algo fora dos muros da escola, organizando com esse fim um pequeno cortejo até a catedral.

O que era no começo apenas uma brincadeira de colegiais, acabou se transformando numa festa de grande sucesso popular. Portanto, o cortejo de São Nicolau não tem nada de extraordinário.

Normalmente um aluno do Colégio de St. Michel fantasiado de São Nicolau chega, no dorso de um jumento, à catedral e faz um discurso. Ele é acompanhado por outros personagens típicos - os chamados "pères fouettards" (que lembram o Papai Noel) - que distribuem pães de mel e amendoins às crianças ao som da fanfarra do colégio e à luz de tochas.

Uma multidão necessita de paciência, sob um frio glacial, até a passagem desse cortejo pitoresco e simples.

- Sempre me impressiono com essa paixão demonstrada pelo público, mas é necessário entender o fascínio que o São Nicolau exerce sobre as crianças. Se você vê nos seus olhos a alegria no momento que o santo passa, é possível compreender o sentido da festa. Seus pais também já viveram os mesmos momentos e depois tentam transmití-los aos filhos - reconhece Nicolas Renevey.

Um santo para dois personagens

São Nicolau é um santo muito importante nos países ortodoxos. Na Europa ocidental, ele ainda é venerado nas regiões de influência germânica como a Suíça, Lorraine, Alsácia, Alemanha ou a Bélgica.

Uma outra razão pela sua popularidade está na figura do Papai Noel. Foram os holandeses que o exportaram para os Estados Unidos. E lá o "Sinterklaas", como é chamado em holandês, se transformou no famoso "Santa Claus" e que depois foi difundido no mundo inteiro como o velhinho de barbas brancas e manto vermelho.

A fusão dessas duas imagens deve-se, sobretudo, às semelhanças: os dois são conhecidos pela época em que são festejados e também por distribuir presentes às crianças.

Mas para especialistas como Nicolas Betticher, é necessário distinguir os dois. Para ele, São Nicolau continua sendo um personagem religioso, enquanto o Papai Noel é apenas uma figura laica e comercial.

- O São Nicolau é uma festa popular, mas por trás dela existe a veneração de um bispo, um homem da Igreja. Nós celebramos o natal, pois no passado existiu um Deus que se fez homem em Belém. Já o Papai Noel não está incluído nesse contexto - rebate Betticher.

De qualquer maneira, como figura religiosa ou laica, o bispo de Myre continua fiel a sua tradição: a de dar alegria às crianças.

swissinfo, Olivier Pauchard

Fatos

São Nicolau é um personagem histórico.
Ele nasceu na segunda metade do século III e faleceu em 334 d.C.
Ele participou do Concílio de Nicéia em 325 d.C.
São Nicolau é festejado sempre em 6 de dezembro, data suposta do seu falecimento.
Suas relíquias estão depositadas em Bari, na Itália.

Aqui termina o infobox

Breves

- O Museu de Arte e História de Friburgo organizou uma exposição especial sobre o São Nicolau.

- "100 X Saint Nicolas" está aberta de 4 de dezembro a 29 de janeiro.

- A exposição apresenta obras de arte e objetos históricos que representam o patrono da cidade: pinturas, vitrais, esculturas, iluminuras, etc.

- A exposição é dominada pela arte medieval e barroca, mas também exibe peças mais recentes e de arte popular.

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.